Paulista sofre, mas vira em cima do lanterna Santo André

Foi suado, mas o Paulista conseguiu conquistar três pontos importantes na briga por uma das vagas na semifinais do Campeonato Paulista. O time venceu no sufoco o Santo André por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela 15.ª rodada da competição. Com o resultado, os donos da casa chegam aos 28 pontos e se mantém próximo à zona de classificação. Já os visitantes, com apenas seis, continuam na lanterna e cada vez próximos do rebaixamento. Apesar do favoritismo do Paulista, quem começou dominando foi o Santo André, que estreou Roberval Davino no lugar do técnico Leandro Campos. Tanto que os visitantes abriram o placar aos 18 minutos. Após receber passe de Willians, Makelele invadiu a área e tocou na saída do goleiro. No entanto, os donos da casa melhoraram e chegaram ao empate aos 34, com o atacante Victor Santana aproveitando rebote do goleiro. O gol deu novo ânimo ao time de Jundiaí, que passou a pressionar, principalmente após a expulsão de Willians. A virada aconteceu aos 45, com o meia Diogo, de pênalti. Na segunda etapa, o Santo André tentou de todas as formas tentar o gol de empate, mas quase sempre parou no goleiro Felipe. Com a vantagem, o Paulista se fechou na defesa e segurou o resultado até o fim. Na próxima quarta-feira, às 19h30, o Paulista volta a campo para enfrentar a Ponte Preta, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. Enquanto isso, o Santo André receberá o Juventus, no mesmo dia, às 20h30, no Estádio Bruno José Daniel. PAULISTA 2 X 1 SANTO ANDRÉPaulista - Felipe; Marcos Aurélio, Dema, Marcos Vinícius e Fábio Vidal; Réver, Marcelo Oliveira, Diogo (Rodrigo Fabri) e Leandrinho (Fernando Diniz); Victor Santana (Fábio Gomes) e Marcos Denner. Técnico: Vágner Mancini.Santo André - Sérgio; Cesinha, Luís Henrique e Lello; Alexandre, Ramalho (Flávio), Makelele, Roger Bernardo e Pará (Jéferson); Willians e Fabinho (Marcelo Régis). Técnico: Roberval Davino. Gols - Makelele, aos 18, Victor Santana, aos 34, e Diogo, de pênalti, aos 45 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Rodrigo Martins Cintra. Renda - R$ 31.399,00. Público - 2.875 pagantes. Cartões amarelos - Diogo, Lello, Willians, Makelele e Dema. Cartões vermelhos - Willians e Dema. Local - Estádio Jaime Contra, em Jundiaí.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.