Paulista vence a Inter de Limeira

O Paulista precisou jogar bem apenas 45 minutos para vencer a Inter de Limeira por 2 a 1, nesta terça-feira à noite, no Estádio Jaime Cintra, na abertura da 16.ª rodada do Campeonato Paulista. A vitória deixou o time jundiaiense com 25 pontos, subindo da oitava para a sexta posição. Já a Inter, com apenas nove pontos, continua na lanterna e praticamente rebaixada para a Série A-2 em 2006. O início de jogo foi marcado por surpresas. O Paulista, mesmo jogando em casa e com o apoio de sua torcida, era um time sonolento, sem criatividade. A Internacional, lanterna e ameaçada pelo rebaixamento, mostrava muita aplicação na marcação, fato pouco comum para um time com salários atrasados e sem muitas chances de evitar o descenso. Sem inspiração, o Paulista não criou nenhuma chance real no primeiro tempo e ainda escapou da derrota parcial aos 42 minutos, quando Izaías deixou Tiago na frente do goleiro Rafael, que praticou grande defesa antes da chegada do zagueiro Tiago Mathias para aliviar o chute. Com Lucas no lugar de Fábio Vidal na lateral-direita o Paulista voltou para o segundo tempo após a bronca do técnico Vágner Mancini. Logo no primeiro minuto Lucas quase abriu o placar, que mudou sem a rede balançar aos quatro minutos. Cristian chutou forte, a bola bateu no travessão e caiu na linha, num lance muito duvidoso. O juiz atendeu ao auxiliar Alessandro Arantes e validou o gol, difícil até de ser confirmado pela televisão. Abalada, a Internacional sofreu o segundo gol dez minutos depois com uma cabeçada de Lucas, após o cruzamento milimétrico do também lateral Julinho. Sem esperança de virar o jogo, o técnico Arnaldo Lira, da Inter, resolveu se fechar para não tomar mais gols. Assim, tirou o atacante Tiago para a entrada do zagueiro Cláudio e trocou o meia Alexandre Salles, poupado, para a entrada de Edílson. O Paulista fez o certo: apenas tocou a bola e garantiu a vitória. Não evitou, porém, o gol de honra de Marquinhos, aos 48 minutos. No final de semana, o Paulista vai enfrentar, fora de casa, o Marília, sem Cristian, Amaral, Ricardinho e Márcio Mossoró, suspensos com três cartões amarelos. Enquanto isso, a Inter receberá, no Estádio Major José Levy Sobrinho, o Rio Branco, no clássico regional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.