Paulista virou em cima do Ituano

No dia em que a recomendação da Fifa para punir de forma exemplar os carrinhos entrou em vigor, o Ituano já sofreu com sua rigorosidade e perdeu sua terceira partida consecutiva na Série B do Campeonato Brasileiro. Em Itu, no Estádio Novelli Júnior, o time da casa perdeu de virada para o Paulista, por 3 a 1. O atacante Joelson foi expulso ainda no primeiro tempo, quando o Ituano vencia por 1 a 0.O técnico Carlos Rabello, que fez sua estréia, considerou a expulsão determinante para o resultado final do jogo. "Não é preciso nem falar que a expulsão no primeiro tempo foi fundamental", analisou. O resultado manteve o time de Itu com 14 pontos, mas caiu da nona para a 11.ª posição. O Paulista, que figurava na zona do rebaixamento, conseguiu chegar também aos 14 pontos e assumiu a 13.ª colocação.Com maus resultados recentes na memória, os dois times começaram a partida com forte poder ofensivo, mas quem levou mais sorte no início foi o time da casa, que abriu o placar logo aos dois minutos, em cabeçada do volante Wilson Matias. Antes mesmo dos dez minutos, o Paulista teve duas boas chances de empatar, mas o goleiro André Luiz evitou. O melhor lance dos visitantes, no entanto, saiu dos pés de Léo, que acertou a trave. No final do primeiro tempo, o árbitro Rodrigo Braghetto aplicou a nova recomendação da Fifa e expulsou o atacante Joelson, que aplicou um carrinho mais duro no jogo.Na etapa final, com um jogador a mais, o Paulista não demorou a empatar. Aos nove minutos Abraão rolou e Léo completou para as redes. O time visitante continuou melhor no jogo e na base da vontade alcançou a virada aos 30 minutos, em chute de Abraão, que teve trajetória desviada e matou o goleiro André Luiz. Aos 36 minutos Bosco, em novo chute desviado, completou o placar. Os dois times voltam a campo na próxima terça-feira, quando o Ituano recebe o Criciúma e o Paulista vai ao Recife enfrentar o Náutico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.