Paulistas apostam em entrosamento na Copa do Brasil

'Acho que os times do Sudeste são os grandes favoritos ao título', diz Kleiton Lima, técnico do Santos

Valéria Zukeran, Estadão

30 de outubro de 2007 | 20h27

Os times paulistas vão apostar no entrosamento para conquistar o primeiro título da Copa do Brasil de Futebol feminino. Como o Estadual terminou há cerca de um mês, o campeão Santos, o vice Jaguariunense e o Botucatu apostaram em manter a base de suas equipes para o primeiro campeonato nacional entre mulheres organizado pela CBF, que terá sua fase final disputada em Brasília, como anunciou nesta terça-feira a entidade. Apesar de não contar com estrelas da seleção brasileira, o Santos entra em campo na sexta-feira, contra o Botucatu, na condição de uma das equipes mais fortes da competição. É o atual campeão paulista e também o vencedor da última Liga Nacional, campeonato entre equipes de todo o País que teve a final em março. "Acho que os times do Sudeste são os grandes favoritos ao título porque o forte do futebol feminino nacional está por aqui. Os outros devem correr por fora", diz o técnico Kleiton Lima. O time vai continuar com a filosofia de apostar em jovens talentos. "Vamos contar com várias atletas que serviram as seleções brasileiras de base este ano, como a atacante Erikona, a lateral-esquerda Dani, a volante Fran e a zagueira Aline Calan", conta Lima. No Botucatu, o técnico Edson Castro terá a sua disposição poucos reforços. "Mantivemos a base do Paulista, mas trouxemos algumas jogadoras de potencial que atuaram no Campeonato Paulista e que vieram de Franca, Araraquara, Jaguariúna. Nenhuma mais conhecida do público", conta o secretário de Esportes de Botucatu, Nivaldo Costa. O caso é semelhante ao do Jaguariunense, que também manteve a base da equipe, vice-campeã estadual e fará sua estréia na sexta-feira contra o América, no Rio. Estrelas  Se os times que representam São Paulo na Copa do Brasil apostam na juventude, outro time do Estado, o Saad, vai na direção contrária. A equipe, que não foi indicada pela Federação Paulista de Futebol para a competição, fez parceria com Mato Grosso do Sul e tem em seu grupo as meio-campistas Daniela Alves e Formiga, que concorrem ao título de melhor atleta do mundo da Fifa e foram vice-campeãs mundiais com a seleção. A equipe, no entanto, procura não tirar o espaço das jogadoras locais. Todas as atletas que estavam no time de Mato Grosso do Sul foram mantidas no elenco e a esperança é que a convivência com atletas da elite do esporte as ajude a despontar. O Saad estréia também na sexta contra o Cresspom-DF. A Copa do Brasil começou nesta terça com uma goleada: o Sport Recife venceu o Cesmac-AL por 5 a 0.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa do Brasil de Futebol feminino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.