Paulo André reconhece que Corinthians precisa melhorar

Equipe foi vaiada depois de empatar em 0 a 0 com o Náutico

VITOR MARQUES, Agência Estado

08 de setembro de 2013 | 20h17

SÃO PAULO - Depois do empate com o lanterna

Tite disse que o torcedor que vaiou o time sabe avaliar que o Corinthians estava desfalcado e ele teve problemas para escalar a equipe que enfrentou o Náutico, sem oito jogadores. O técnico sentiu falta de um centroavante de ofício. Durante o jogo, ele tentou de tudo, até escalar um zagueiro na função de pivô, mas não conseguiu alcançar a vitória. "Eu tinha avisado o Paulo (André) que ele numa situação do jogo poderia jogar como referência, nós estamos acostumados a jogar assim, com um ''nove''", disse.

O treinador até revelou que a comissão técnica busca um outro jogador para função, além de Guerrero, porque o peruano sempre é convocado para a seleção do Peru e desfalca o time com frequência. "A diretoria está atrás disso".

Com o empate contra o Náutico, o Corinthians estacionou na quinta colocação, com 30 pontos, mas o Internacional, com os mesmos 30, tem um jogo a menos. É uma situação que incomoda e torna o jogo desta quarta-feira contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, uma decisão. Para esta partida, Tite perdeu o volante Ralf, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e só poderá contar com os retornos de Emerson e Douglas - os demais jogadores devem continuam fora.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.