Paulo Angione é demitido do Flamengo

A má campanha do Flamengo no Campeonato Brasileiro fez a sua primeira vítima nesta quarta-feira, horas antes do jogo com o Juventude. O supervisor de Futebol do clube, Paulo Angione, foi demitido. O comunicado oficial, porém, foi adiado pelo presidente Hélio Ferraz porque o vice-geral Arthur Rocha tinha marcado o anúncio da decisão somente para esta quinta-feira. Angione disse que não fôra informado da decisão e que soube da notícia pela imprensa. ?Lamento saber disso por vocês. Não me encontrei com o presidente e desconheço as razões da minha demissão", afirmou. ?Deve ter sido por causa das minhas recentes declarações." Na segunda-feira, o dirigente teria dito que o Flamengo não reuniria condições de disputar o título brasileiro. ?Não disse isso. Falei que a diretoria não poderia fazer mais contratações e que o time está defasado em relação a outras equipes já formadas", disse Angione. ?Paguei por ter sido transparente. Estou sendo vítima de incoerência e da falta de bom senso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.