Paulo César de Oliveira apita primeira final do Mineiro

O árbitro paulista Paulo César de Oliveira foi o escolhido para apitar a final do Campeonato Mineiro, domingo, entre Cruzeiro e Atlético, no Estádio do Mineirão. O juiz da Fifa será auxiliado pelos também paulistas Roberto Braatz e Maria Eliza Barbosa.

AE, Agencia Estado

22 de abril de 2009 | 20h03

A escalação de um trio de arbitragem de fora de Minas Gerais irritou a diretoria do Atlético, que divulgou uma nota oficial reclamando da decisão. "O Clube Atlético Mineiro manifesta sua perplexidade diante da decisão da Federação Mineira de Futebol (FMF) que, como queria o Cruzeiro, escalou trio de arbitragem de fora do Estado de Minas Gerais para a fase final do Campeonato Mineiro, sem qualquer consulta ao nosso Clube."

As polêmica sobre arbitragem se iniciou após a vitória do Cruzeiro por 2 a 1 sobre o Atlético, na fase de classificação. Alexandre Kalil, presidente do clube derrotado, criticou o juiz Alício Pena Júnior e Lincoln Bicalho, presidente da Comissão de Arbitragem da FMF.

Pouco depois, Bicalho renunciou ao cargo alegando problemas de saúde. O Cruzeiro, então, passou a exigir que suas partidas fossem apitadas por árbitros de outros estados por considerar que os juízes mineiros estão pressionados pelo Atlético.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.