Paulo César de Oliveira é afastado por cinco rodadas

Árbitro e assistente são suspensos por validar gol irregular do Barueri no empate com o Palmeiras

AE, Agencia Estado

22 de janeiro de 2010 | 13h53

A Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol da Federação Paulista de Futebol da Confederação decidiu afastar Paulo César de Oliveira das próximas cinco rodadas da Série A-1 do Campeonato Paulista. A punição se deve ao erro cometido pelo árbitro no segundo gol do Barueri no empate por 2 a 2 com o Palmeiras, em partida disputada na quinta-feira, em Presidente Prudente.

Veja também:

linkPresidente do Palmeiras critica árbitro e insinua 'duplo critério'

linkJOGO - Leia como foi Barueri 2x2 Palmeiras

especialQUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

Tadeu acertou a trave ao bater um pênalti. No rebote da cobrança, Marcelo Oliveira tocou para Tadeu, em impedimento. O atacante, com o gol livre, mandou para o fundo das redes. O lance causou revolta dos jogadores palmeirenses, mas foi validado por Paulo César de Oliveira.

O assistente Alberto Poletto Masseira, que considerou legal o gol de Tadeu também foi punido, mas com pena mais branda. Ele ficará afastado das próximas três rodadas da Série A-1 do Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.