Paulo César também desfalca o Santos

Além da já prevista ausência do goleiro Tápia, o técnico Vanderlei Luxemburgo ganhou nesta segunda-feira outro desfalque para a partida de quarta, contra o Juventude, em Caxias do Sul (RS). Uma ressonância magnética realizada em Belo Horizonte, onde o Santos empatou com o Cruzeiro no domingo, revelou que o lateral-direito Paulo César sofreu estiramento na coxa direita e deverá ficar afastado por pelo menos 10 dias. Paulo César sofreu a contusão justamente no empate com o Cruzeiro, numa dividida com o meia Wendell. Para o lugar dele, a opção natural de Luxemburgo é a entrada de Flávio. Como Tápia havia sido convocado para defender a seleção chilena contra a Colômbia, pelas Eliminatórias sul-americanas, o terceiro cartão amarelo que o goleiro recebeu na última rodada não alterou os planos do treinador do Santos, que terá de decidir entre Mauro e Júlio Sérgio. Mauro jogou na estréia santista na Copa Sul-Americana, quando os titulares foram poupados, e Júlio Sérgio não atua desde o dia 27 de maio, quando o Santos foi derrotado por 1 a 0 pelo Once Caldas, na Colômbia, e se despediu da Copa da Libertadores, nas quartas-de-final da competição. Luxemburgo, por outro lado, poderá contar com o retorno do zagueiro André Luiz e do volante Fabinho, que, suspensos, ficaram de fora do jogo passado. A delegação santista permaneceu em Belo Horizonte após a partida contra o Cruzeiro. Os titulares participaram na manhã desta segunda-feira apenas de atividades na piscina do hotel, enquanto os que não atuaram no domingo fizeram um trabalho físico no CT do Atlético-MG, em Vespasiano, região metropolitana da capital. "Paciência" - Para o atacante Robinho, os jogadores não devem se apegar ao resultado do último domingo, quando o Santos, com um jogador a mais, goleava o adversário, no Mineirão, por 4 a 1, mas permitiu a reação do Cruzeiro, que chegou ao empate. "Faz parte do futebol. Infelizmente não queríamos que isso acontecesse, nosso time veio para conseguir o resultado positivo. Agora é paciência e procurar vencer os próximos jogos?, disse o atacante, resignado com a "lição" do último jogo.

Agencia Estado,

30 Agosto 2004 | 19h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.