Jf Diorio/AE
Jf Diorio/AE

Paulo Henrique tem julgamento adiado e está liberado

Denunciado pela cotovelada em Dagoberto, meia está livre para primeiro duelo contra Santo André

AE, Agência Estado

19 de abril de 2010 | 18h18

O Santos não precisa mais se preocupar com a ameaça de não ter o meia Paulo Henrique à disposição para o primeiro jogo das finais do Campeonato Paulista. O jogador deveria ser julgado no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) nesta segunda-feira, mas teve a sessão adiada a pedido do advogado santista. Agora, o julgamento será apenas na próxima segunda.

Veja também:

linkFinais do Paulistão serão no Pacaembu

linkPará evita falar em título antecipado

linkJosé Serra pede Neymar na seleção

linkNeymar volta a cobrar chance na Copa

Paulo Henrique foi denunciado pela agressão ao são-paulino Dagoberto, ainda no jogo de ida das semifinais do Paulistão, no Morumbi. No segundo tempo da partida, o meia acertou uma cotovelada no atacante do São Paulo em disputa na área santista. Apesar de ter provocado um sangramento no adversário, o santista garantiu que o golpe não foi intencional.

Pelo lance, Paulo Henrique responderá por agressão física, que prevê como pena a suspensão de quatro a 12 jogos. Assim, caso receba qualquer punição, o meia desfalcará o Santos no segundo jogo da decisão do Paulista.

Também nesta segunda, ficou definido que os dois confrontos decisivos serão disputados no Pacaembu. Assim, Santos e Santo André se enfrentam nos próximos dois domingos, na capital paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.