Divulgação
Divulgação

Paulo Miranda volta a ser solução para problemas defensivos do São Paulo

Zagueiro de origem ganha chance novamente como improvisado na lateral direita

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

20 de maio de 2014 | 09h15

SÃO PAULO - Uma antiga solução ajudou o São Paulo a conter os problemas defensivos e derrotar o Flamengo no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro. O zagueiro Paulo Miranda voltou a ser escalado como lateral-direito e deu à equipe o poder de marcação que faltava.

Em 2012, ainda com o técnico Ney Franco, Paulo Miranda começou a ser usado pelo setor. O jogador, na época recém-contratado do Bahia, chegou a ser afastado do elenco pelo treinador anterior, Emerson Leão, e virou peça fundamental no esquema por proteger os avanços do atacante Lucas, agora no Paris Saint-Germain, da França.

Paulo Miranda foi titular contra o Flamengo depois de se recuperar de um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito e ficar longe de quatro partidas. Como Muricy Ramalho optou por mudar a defesa, que vinha sofrendo muitos gols.

O camisa 13 ganhou a posição de Luis Ricardo, o substituto imediato de Douglas, que está machucado. "Com o Paulo Miranda não sofremos tanto na marcação. No papel temos bons jogadores para estarmos em uma melhor colocação no Brasileirão", elogiou o treinador.

Nesta quarta-feira, novamente no Maracanã, o jogador volta a ser cotado para ser escalado no time titular contra o Fluminense. Pelo menos na estratégia, o São Paulo deve atuar da mesma forma que no último domingo, como garantiu o atacante Osvaldo. "Eles vão estar sem o Fred, mas deve jogar o Walter, que tem muita força física. É um time muito bom tecnicamente. Vamos marcar bem e sair com a bola na pé para buscar surpreender novamente".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.