Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Paulo Nobre manifesta a apoio a candidato de oposição no Palmeiras

Ex-presidente escreve no Twitter que não pretende retornar ao cargo de mandatário do clube

O Estado de S. Paulo

07 Novembro 2018 | 11h00

O ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, afirmou nesta terça-feira que vai apoiar o candidato de oposição à presidência do clube, Genaro Marino Neto. A eleição está marcada apra 24 de novembro. O ex-mandatário alviverde também escreveu no Twitter que apesar do apelo alguns torcedores e aliados políticos, não pretende voltar ao cargo que ocupou de 2013 a 2016.

"Gostaria muito de agradecer todo carinho e reconhecimento que venho recebendo nos últimos dois anos, me agradecendo e pedindo minha volta, porém voltar a presidir o clube não faz mais parte dos meus planos e gostaria de contar com a compreensão de todos vocês por favor", escreveu Nobre, que após deixar o cargo, passou um tempo afastado da política do Palmeiras.

Nobre rompeu com o atual presidente, Mauricio Galiotte, após divergências e agora se posiciona como apoiador de Genaro, porém sem o plano de participar de um possível mandato. "Esse apoio político à chapa do Genaro não é condicionado à minha participação na gestão. Apoio por convergência de ideias e princípios. O presidente eleito tem que ter a liberdade de formar seu time de trabalho e não ficar pagando com cargos os apoios recebidos", afirmou.

Além de Nobre, Genaro conta com o forte apoio político nos bastidores do ex-presidente Mustafá Contursi. Do lado de Galiotte, participa como aliada a presidente da Crefisa e conselheira do Palmeiras, Leila Pereira.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.