Paulo Odone critica punição aos jogadores do Grêmio

As penas impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) aos jogadores Rever, Léo e Morales pelas ocorrências na partida entre Grêmio e Botafogo irritaram Paulo Odone, presidente do clube gaúcho. O dirigente reclamou dos excessos do STJD e acredita que vai conseguir um efeito suspensivo rapidamente. "Eles não foram punidos, eles foram excluídos do Campeonato Brasileiro, o Morales e o Léo. E o Rever, metade do campeonato. Quando o excesso na penalização é tão grande, chama a atenção e a revolta de todos. Talvez seja o melhor argumento para reverter isso logo", comentou. Léo foi suspenso por 120 dias, Morales por oito partidas e Rever por três jogos. Odone avisou prometeu criar um movimento nacional contra as decisões do STJD. "Vamos confiar no bom senso no juiz que despachar o efeito suspensivo para garantirmos os atletas. Vamos nos mobilizar nacionalmente para corrigir essa brutal injustiça com o Grêmio. Tão duramente conquistamos a liderança do campeonato. Não vão nos tirar no tapetão", finalizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.