Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Paulo Roberto enaltece sua vocação ofensiva e vê Corinthians 'inteligente' no Sul

Volante deu assistência que resultou no gol de Jadson e na vitória sobre o Grêmio

Estadao Conteudo

26 de junho de 2017 | 11h42

Escolhido para ser o substituto do titular Gabriel, suspenso após levar o terceiro cartão amarelo e ainda ser expulso contra o Bahia na última quinta-feira, o volante Paulo Roberto foi um dos principais destaques da vitória do Corinthians sobre o Grêmio, por 1 a 0, no último domingo, em Porto Alegre, onde fez a boa jogada e a assistência que resultou no gol de Jadson na etapa final do duelo e fez o seu time disparar na liderança do Campeonato Brasileiro.

No confronto, além de participar deste lance decisivo para o triunfo, o atleta exibiu sua vocação ofensiva e realizou outra grande jogada individual no primeiro tempo, no qual penetrou a área gremista bom bons dribles e exibiu ótima defesa de Marcelo Grohe em um chute cruzado.

Depois disso, no lance que fez o passe para o gol de Jadson, Paulo Roberto deu uma meia-lua em Geromel e exibiu velocidade antes de cruzar da esquerda para o meio-campista balançar as redes na Arena Grêmio.

"É um estilo de jogo que tenho. Em diversos jogos eu subia muito ao ataque antes de chegar ao Corinthians", afirmou o jogador, em entrevista coletiva após a vitória deste domingo, ao comentar o fato de que também procurava desempenhar a função de elemento surpresa em suas passagens por outros clubes - no ano passado ele defendeu Bahia e Sport, antes de vestir as camisas de Ponte Preta e Figueirense no período entre 2013 e 2015.

Já ao comentar a atuação do Corinthians como um todo diante do Grêmio, Paulo Roberto enfatizou que o time não sucumbiu à pressão provocada pelo fato de que corria o risco de perder a ponta do Brasileirão para o adversário, assim como exaltou a inteligência exibida pela equipe paulista no duelo. "Procuramos tratar essa partida como uma que valia os mesmos três pontos das outras. Foi a grande sacada da equipe", ressaltou, para depois enfatizar: "Fomos inteligentes, soubemos jogar".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansPaulo Roberto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.