Paulo Roberto Falcão é confirmado como novo técnico do Internacional

Ex-volante e ídolo do clube terá sua segunda oportunidade de comandar o time colorado

AE, Agência Estado

10 de abril de 2011 | 15h46

PORTO ALEGRE - O Internacional confirmou na tarde deste domingo que Paulo Roberto Falcão é o novo técnico do time. O ídolo histórico do clube, que vinha atuando como comentaria da TV Globo, será apresentado oficialmente às 17h30 desta segunda-feira, quando irá conceder entrevista coletiva para explicar os motivos que o fizeram aceitar o novo desafio da sua carreira.

Falcão, de 57 anos, chega para substituir Celso Roth, demitido na última sexta-feira. Ao confirmar o seu novo treinador, o Inter destacou, em seu site oficial, que ele foi um dos principais jogadores revelados pelo clube.

Falcão estreou no time profissional do Inter em 1973 e defendeu a equipe por sete anos, tendo conquistado três Campeonatos Brasileiros, em 1975, 1976 e 1979, esse último de forma invicta, além de cinco Campeonatos Gaúchos, em 1973, 1974, 1975, 1976 e 1978.

Esta será a segunda passagem de Falcão pelo Inter como treinador. Em sua primeira, em 1993, ele dirigiu o clube em apenas 14 jogos, nos quais acumulou cinco vitórias, cinco derrotas e quatro empates.

Volante de classe e grande categoria nos tempos de jogador de futebol, fato que o fez disputar as Copas do Mundo de 1982 e 1986, ele se transferiu antes disso do Inter para a Roma, em 1980. Em 1983, ele foi campeão italiano e ganhou o apelido de Rei de Roma. O seu último clube como atleta foi o São Paulo, que defendeu em 1985 e 1986, sendo campeão paulista no primeiro destes anos.

Em 1990, Falcão chegou a assumir o comando técnico da seleção brasileira, mas teve vida curta na função, permanecendo nela apenas até o final da Copa América de 1991. Além disso, ele treinou o América do México e a seleção do Japão antes de acertar o retorno ao Inter como treinador em 1993.

O Inter não revelou detalhes do contrato que Falcão assinou com o time gaúcho, que tem como grande objetivo neste primeiro semestre a conquista do seu terceiro título da Copa Libertadores. Atual campeã sul-americano, a equipe volta a campo pela competição no próximo dia 19, contra o Emelec, no Beira-Rio, onde tentará garantir a liderança do Grupo 6, que no momento já pertence à ela.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInternacionalFalcão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.