Paulo Sérgio pode reforçar o São Caetano

A perda do título da Libertadores de 2002 para o Olimpia paraguaio, em pleno Pacaembu, "talvez seja a maior frustração da rica e curta história do São Caetano??, de acordo com o site do próprio clube. Nem por isso conquistar o torneio continental é a maior ambição no São Caetano. Claro que o título seria bem-vindo, mas o que o presidente Nairo Ferreira gostaria mesmo é de ver o time campeão paulista da divisão principal."Pessoalmente, se tivesse que escolher um título para o São Caetano, optaria por ser campeão paulista. É uma competição forte, de grande apelo, e, além de tudo, é o campeonato do nosso Estado??, justifica Nairo Ferreira.Um título, aliás, é, na opinião de Nairo Ferreira, o que está faltando para o São Caetano fazer sua torcida aumentar na cidade e no Estado. "Hoje, o São Caetano é o segundo clube de todo brasileiro, o mais simpático. Mas queremos fazer a torcida crescer aqui, encher nosso estádio. Para isso, uma conquista é fundamental??, afirma o presidente.Contratações - Um dos possíveis reforços do São Caetano participou nesta quinta-feira da apresentação do novo uniforme da equipe, mas vestia terno e gravata. Assessor do projeto da empresa Wilson para o futebol, o atacante Paulo Sérgio foi "cortejado?? pelo técnico Tite. "Ele queria saber como estou fisicamente. Em 15 dias terei condições de jogar??, disse o jogador.Aos 34 anos, Paulo Sérgio não joga desde maio, quando deixou o Bahia. Também tem atuado como representante do Bayern de Munique no Brasil e cuida de seus negócios particulares. "Se voltar a jogar, terei de deixar algumas atividades de lado??, avisou.Sobre o volante Tinga, que também conversa com Sporting de Lisboa depois de conseguir a liberação do Grêmio, o presidente Nairo Ferreira afirmou que as negociações não estão encerradas.

Agencia Estado,

15 de janeiro de 2004 | 18h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.