Divulgação
Divulgação

Paulo Victor destaca Cristóvão para falar de sucesso de Oswaldo

Flamengo briga por uma vaga no G-4 do Brasileirão

Estadão Conteúdo

06 de outubro de 2015 | 20h53

O bom momento do Flamengo, que briga por uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro, é creditado pelo goleiro Paulo Victor aos dois últimos treinadores do clube: o atual, Oswaldo de Oliveira, e o seu antecessor Cristóvão Borges, demitido no final de agosto e que acabou de assumir o comando do Atlético Paranaense. Para o arqueiro rubro-negro, embora Oswaldo tenha méritos, o trabalho de Cristóvão não pode ser esquecido.

"O trabalho do Oswaldo está sendo tão bom justamente por causa do trabalho do Cristóvão. São bem parecidos no dia a dia, trabalham muito mesmo. São treinadores que cobram muito, com perfis diferentes como treinador, mas um pensamento da mesma forma, visando trabalhar bastante, para fazer a diferença nos jogos. O Oswaldo foi privilegiado por pegar essa sequência do Cristóvão, que não foi tão feliz no resultado, por culpa nossa em geral", disse Paulo Victor em entrevista ao canal de TV a cabo SporTV.

O goleiro flamenguista ficou feliz pelo fato de Cristóvão Borges já ter arrumado emprego. "Fiquei muito feliz com a ida para o Atlético Paranaense. É um cara que quero voltar a trabalhar. Não pude ajudar tanto ele, não deu certo no Flamengo, mas tenho certeza que por onde passar vai deixar coisas boas", disse.

Com a parada para as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, o Flamengo volta a jogar somente no próximo dia 14, quando enfrenta o Figueirense no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 30.ª rodada do Brasileirão.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.