Divulgação
Divulgação

Paulo Victor festeja retorno ao Flamengo em duelo com casa cheia

Goleiro ficou mais de um mês afastado após fraturar a fíbula

Estadão Conteúdo

01 Agosto 2015 | 20h45

Após três vitórias consecutivas, sobre o Náutico, pela Copa do Brasil, e sobre Grêmio e Goiás, pelo Brasileirão, o Flamengo volta a campo neste domingo, a partir das 16 horas, no Maracanã, para encarar o Santos, pela 16ª rodada da competição nacional. A equipe comandada por Cristóvão Borges terá dois incentivos para o duelo: a casa cheia, pois mais de 45 mil ingressos já foram vendidos, e o retorno do goleiro Paulo Victor, após mais de um mês afastado por lesão.

Em 16 de junho, Paulo Victor fraturou a fíbula em treino realizado no Centro de Treinamento George Helal. A lesão não era simples, mas, naquele dia, o atleta decretou que faria o que fosse possível para voltar o quanto antes. A partir dali, iniciou-se uma contagem regressiva, que chegará ao fim neste domingo no Maracanã. Com a proximidade do jogo, o goleiro não esconde a ansiedade. Em grande fase antes da lesão, agora espera ajudar o clube a continuar subindo na tabela.

"Estou feliz com a proximidade da volta. É difícil lidar com uma lesão grave, uma fratura. A gente batalha tanto para jogar, vestir a camisa do Flamengo. Acidentes acontecem e pegam a gente de surpresa", declarou o goleiro. "É preciso ter a cabeça no lugar e entender que essas coisas acontecem na vida, mas por outro lado a gente fica um pouco triste. Logo que me machuquei, procurei ver o que poderia fazer para voltar o quanto antes", afirmou. "O médico pedia para eu andar bastante para começar a movimentar o local. Em certos momentos você precisa descansar um pouco, lógico. Tenho certeza de que tudo que eu podia fazer para voltar logo, e bem, eu fiz, junto com a comissão.", completou Paulo Victor.

Com foco no duelo contra o Santos, o elenco do Flamengo se reuniu, na manhã deste sábado, para dar prosseguimento à preparação para a partida. Na ocasião, o treinador Cristóvão Borges comandou o último treino antes da partida.

Antes da liberação da imprensa, o técnico realizou treino técnico. Em um segundo momento, dividiu o elenco em duas partes. Em metade do campo, alguns dos atletas treinaram finalizações. Na outra, os demais realizaram atividade com foco no posicionamento defensivo em escanteios.

Mais conteúdo sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.