Charles Platiau / Reuters
Charles Platiau / Reuters

Payet volta a ser convocado pela França para jogos decisivos por vaga na Copa

Sissoko, do Tottenham e Varane, do Real Madrid, também voltam; Pogba, lesionado, fica fora

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 13h42

O meia-atacante Dimitri Payet voltou a ser convocado para defender a seleção francesa ao ser confirmar na lista de 24 jogadores chamados nesta quinta-feira pelo técnico Didier Deschamps para as duas rodadas finais da fase de grupos das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018. Ainda sem vaga garantida no Mundial, o time nacional enfrentará a Bulgária em 7 de outubro, fora de casa, e depois fechará campanha no Grupo A do qualificatório contra a Bielo-Rússia, três dias depois, como mandante.

O jogador do Olympique de Marselha ficou fora da convocação anterior da seleção francesa, mas exibiu boas atuações pelo seu clube nas últimas semanas e acabou ganhando uma nova chance para ajudar o seu país a assegurar classificação à Copa que será realizada na Rússia no próximo ano.

Além de Payet, o meia Moussa Sissoko, do Tottenham, e o defensor Raphael Varane, do Real Madrid, foram outras novidades da convocação anunciada por Deschamps nesta quinta-feira. Já o meia Paul Pogba, do Manchester United, se tornou uma baixa de peso nesta convocação por estar lesionado.

Um dos principais destaques do Paris Saint-Germain na vitória por 3 a 0 sobre o Bayern de Munique, na última quarta-feira, o atacante Kylian Mbappé voltou a ser convocado por Deschamps, que fez vários elogios ao jovem jogador de 18 anos, hoje considerado a principal promessa do futebol francês.

"Tudo acontece muito depressa e não quero lançar-lhe muitas flores, mas o que é capaz de fazer em sua idade é excepcional. Tem qualidades acima da média que lhe permitem ser eficaz. Não estou certo que isso justifique o preço de sua contratação (do PSG junto ao Monaco), mas ele faz coisas que não comuns", ressaltou o comandante, em entrevista coletiva.

Apesar de um decepcionante empate por 0 a 0 com Luxemburgo no início deste mês, a França figura na liderança do Grupo A das Eliminatórias Europeias, com 17 pontos, apenas um à frente da vice-líder Suécia. A Holanda, com 13 pontos, ocupa o terceiro lugar.

A seleção francesa poderá assegurar classificação antecipada para a Copa de 2018 se vencer a Bulgária em 7 de outubro e no mesmo dia a Suécia for derrotada por Luxemburgo, também em casa. Apenas os líderes de cada chave asseguram classificação direta para o Mundial, enquanto oito dos nove vice-líderes disputarão playoffs que definirão mais quatro vagas na competição.


Confira os convocados da seleção francesa:

Goleiros - Alphonse Areola (PSG), Hugo Lloris (Tottenham) e Steve Mandanda (Olympique de Marselha).

Defensores - Lucas Digne (Barcelona), Christophe Jallet (Nice), Presnel Kimpembe (PSG), Laurent Koscielny (Arsenal), Layvin Kurzawa (PSG), Djibril Sidibé (Troyes), Samuel Umtiti (Barcelona) e Raphael Varane (Real Madrid).

Meio-campistas - N'Golo Kanté (Chelsea), Blaise Matuidi (Juventus), Adrien Rabiot (PSG), Moussa Sissoko (Tottenham), Dimitri Payet (Olympique de Marselha), Corentin Tolisso (Bayern de Munique) e Florian Thauvin (Olympique de Marselha).

Atacantes - Kingsley Coman (Bayern de Munique), Olivier Giroud (Arsenal), Antoine Griezmann (Atlético de Madrid), Alexandre Lacazette (Arsenal), Thomas Lemar (Monaco) e Kylian Mbappé (PSG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.