Twitter/Paysandu
Twitter/Paysandu

Paysandu bate o Guarani e encerra jejum de oito jogos na Série B

Mike, aos 15 minutos do segundo tempo, fez o único gol da partida no Estádio da Curuzu

Estadao Conteudo

24 de julho de 2018 | 22h38

O Paysandu quebrou um longo jejum de oito jogos ao vencer o Guarani por 1 a 0, nesta terça-feira, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Esta também foi a primeira vitória do time paraense sob o comando do técnico Guilherme Alves, o deixando com 21 pontos, em 13.º lugar. O Guarani sofreu sua segunda derrota consecutiva e continua com 23 pontos, em 11.º. Antes, tinha perdido em casa para o Figueirense.

+ Brasil de Pelotas vence o lanterna Boa em casa e respira na Série B

+ Coritiba supera o Goiás com pênalti defendido por Wilson no fim

+ Com dois gols de Dagoberto, Londrina bate o Oeste na Série B

O primeiro tempo foi muito equilibrado, mesmo porque os dois times priorizaram a marcação. As chances de gols foram raras e saíram quase no fim. Aos 43 minutos, Pedro Carmona chutou forte e o goleiro Oliveira espalmou para escanteio. A resposta do time paulista veio no lance seguinte, quando Bruno Mendes bateu e Rena Rocha encaixou firme.

Na volta do intervalo, Guilherme Alves trocou o atacante Moisés por Mike, além de pedir mais agressividade aos seus jogadores. Ao mesmo tempo, sobrou espaço para o Guarani usar os contragolpes. Aos oito minutos, em um lance plástico na área defensiva paulista, Thomaz ajeitou a bola de costas e deu uma meia-bicicleta, porém, Oliveira mandou a bola para escanteio.

O gol parecia próxima e saiu em um vacilo da defesa campineira. Após o cruzamento da esquerda de Thomaz, o baixinho Mike subiu entre o zagueiro Edson Silva e o goleiro Oliveira desviando de cabeça para as redes: 1 a 0, aos 15 minutos.

Mike quase ampliou aos 20 minutos quando pegou uma bicicleta e a bola tirou tinta da trave esquerda de Oliveira. Com o Guarani perdido em campo, o Paysandu teve outra chance de ampliar aos 24, de novo com Mike. Pará não dominou a bola e Mike saiu em disparada, invadiu a área e chutou por baixo. Oliveira rebateu e evitou o segundo gol.

Mesmo pressionado, não restou ao Guarani outro alternativa se não ir ao ataque. O técnico Umberto Louzer tirou Ricardinho e Matheus Oliveira para as entradas, respectivamente, de Marcão e Guilherme. O time não melhorou e não criou chances reais que pudessem evitar a derrota, a sexta na competição. A única chance aconteceu nos acréscimos, em um cabeceio de Marcão e que Renan Rocha defendeu no chão. No rebote, Rafael Longuine chutou por cima.

Na 18.ª rodada, os dois times vão atuar em casa. O Paysandu vai receber o Figueirense, sexta-feira, às 21h30, enquanto em Campinas o Guarani enfrentará o Brasil de Pelotas, sábado, às 16h30.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU 1 X 0 GUARANI

PAYSANDU - Renan Rocha; Nando Carandina, Edimar, Diego Ivo e Matheus Muller (Diego); Willyam (Matheus Dias), Renato Augusto, Claudinho, Pedro Carmona e Thomaz; Moisés (Mike). Técnico: Guilherme Alves.

GUARANI - Oliveira; Kevin, Éverton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho (Marcão); Matheus Oliveira (Guilherme), Rafael Longuine e Denner (Erik); Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

GOL - Mike, aos 15 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - André Luiz de Freitas (GO).

CARTÕES AMARELOS - Moisés e Thomaz (Paysandu); Éverton Alemão, Edson Silva, Ricardinho e Bruno Mendes (Guarani).

RENDA - R$ 65.800,00.

PÚBLICO - 4.670 presentes.

LOCAL - Estádio da Curuzu, em Belém (PA).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.