Paysandu cede empate ao Macaé e perde chance de entrar no G4 da Série B

O Paysandu completou cinco jogos sem vitória ao empatar com o Macaé por 1 a 1, neste sábado à noite, no Mangueirão, em Belém (PA), pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado deixou um gosto amargo para o time paraense, que atuou com um jogador a mais durante todo o segundo tempo e não conseguiu ampliar o placar e acabou levando o gol de empate do Macaé aos 41 minutos da etapa final.

Estadão Conteúdo

17 de outubro de 2015 | 23h24

Este vacilo impediu a entrada do Paysandu no G4, a zona de acesso para a elite nacional em 2016. É o quinto colocado com 49 pontos, superando o sexto Náutico no saldo de gols: 7 a 4. Se tivesse vencido, o time paraense ia roubar a quarta posição do Bahia. O Macaé ocupa a 16.ª posição, com 35 pontos, oito na frente do ABC, que é o primeiro time na zona do rebaixamento, com 27 pontos, em 17.º lugar.

O jogo começou em alta velocidade e o Paysandu quase abriu o placar aos nove minutos, não fosse uma excepcional defesa do goleiro Rafael. Misael invadiu a área pelo lado esquerdo e fez o levantamento para a cabeçada de Roni, de cima para baixo. Rafael deu um salto e espalmou a bola. Já Macaé assustou aos 17 minutos com um chute forte de Aloísio e que tirou tinta da trave de Emerson.

Mas o gol saiu em um pênalti, aos 33 minutos. Misael, dentro da área, chutou forte em direção ao gol e o zagueiro Ramon colocou o braço na bolam, cometendo o pênalti e sendo expulso. Na cobrança, Leandro Cearense foi perfeito, mandando a bola no ângulo esquerdo de Rafael, aos 35 minutos.

Mesmo com um jogador a menos, o Macaé voltou para o segundo tempo com duas mudanças e sem perder a força ofensiva. O Paysandu continuou chegando também na frente para tentar ampliar o placar. Teve chances preciosas com Leandro Cearense, aos seis, e com Jonathan, aos 22 minutos, mas o goleiro Rafael espalmou a bola em ambas.

Quando chegou na frente, o Macaé empatou, aos 41 minutos. Fernando Neto buscou a jogada pelo lado esquerdo e cruzou. A bola cruzou toda a área até os pés de Gedeil, que empurrou para as redes. Aos 44 minutos, quase o Macaé virou o placar com um chute de longe de Anderson Manga, que Emerson espalmou na sua única grande defesa. Ele quase passou desapercebido não estivesse usando uma camisa rosa em homenagem à campanha "Outubro Rosa". Decepcionada, a do Paysandu vaiou muito ao apito final do árbitro.

Na próxima rodada, o Paysandu vai pegar o Sampaio Corrêa, no sábado, às 17h30, no Estádio Castelão, em São Luis. O Macaé, na sexta-feira, às 21 horas, vai receber o lanterna Mogi Mirim.

FICHA TÉCNICA:

PAYSANDU 1 X 1 MACAÉ

PAYSANDU - Emerson; Djalma, Thiago Martins, Gualberto e Paulo Otávio; Fahel, Jhonnatan, Valdívia (Léo Melo) e Roni (Edinho); Misael (Everaldo) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti.

MACAÉ - Rafael; Igor Julião, Frauches, Ramon e Bruno Santos (Wagner Carioca); Gedeil, Thiago Cardoso, Juninho e Aloísio (Fernando Neto); Marquinho (Anderson Manga) e Anselmo. Técnico: Josué Teixeira.

GOLS - Leandro Cearense, aos 35 minutos do primeiro tempo. Gedeil, aos 41 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Alinor Silva da Paixão (MT)

CARTÕES AMARELOS Everaldo (Paysandu); Paulo Otávio e Roni (Paysandu)

CARTÃO VERMELHO Ramon (Macaé)

RENDA R$ 198.397,00

PÚBLICO - 13.168 pagantes (15.390 presentes)

LOCAL Estádio Mangueirão, em Belém (PA)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPaysanduMacaé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.