Paysandu dá R$ 2 milhões por vitória

O Paysandu está prometendo um prêmio de R$ 200 mil a seus jogadores e comissão técnica por uma vitória neste domingo contra o Cruzeiro (MG) na decisão da Copa dos Campeões, em Fortaleza (CE). "Será um prêmio merecido a quem está honrando o futebol do Pará e do Norte do Brasil", justifica o presidente do clube, Arthur Tourinho. Ele revelou que o dinheiro da premiação virá da cota a que o Papão tem direito por ter chegado à decisão do título. Apontado como um dos melhores jogadores do Paysandu na Copa dos Campeões e alvo da cobiça de vários clubes, o volante Sandro é a grande dúvida do time paraense para a partida deste domingo. Com dores da coxa, ele foi poupado de qualquer esforço físico nos treinamentos de quinta e sexta-feira. "Esta partida é muito importante para todos nós, especialmente para mim, e não pretendo ficar de fora", afirmou Sandro. O goleiro Marcão, com dores no ombro, é outro que preocupa a comissão técnica, assim como Jobson, com cansaço muscular. O médico Wilson Fiel garante que os três estão sendo submetidos a tratamento para não ficar de fora da decisão. De Belém, cerca de 80 ônibus fretados por agências de turismo saíram na sexta-feira da capital paraense com destino à Fortaleza. As torcidas organizadas Terror Bicolor, Bicho-Papão e Payxãonossa prometem muita festa e uma coreografia diferente no Estádio Castelão, local da partida. Os paraenses que residem em Fortaleza também estão se organizado para incentivar o Papão.

Agencia Estado,

02 Agosto 2002 | 19h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.