José Luis Silva/ CA Linense
José Luis Silva/ CA Linense

Paysandu demite técnico Guilherme Alves após derrota para o Sampaio Corrêa

Treinador teve apenas 36,2% de aproveitamento no comando do time

Estadão Conteúdo

25 Agosto 2018 | 22h18

A derrota para o Sampaio Corrêa, neste sábado, por 1 a 0, no Estádio da Curuzu, pela Série B, marcou o fim da trajetória do técnico Guilherme Alves no comando do Paysandu. O desligamento do treinador foi divulgada por Ulisses Sereni, que lidera a nova direção de futebol da equipe paraense.

Guilherme Alves não foi o único a deixar o clube. O auxiliar Jorge Rauli e o executivo André Mazzuco também saíram. Ailton Costa assumirá a equipe até que um novo profissional seja contratado para exercer a função. Ele estava no comando do clube há um pouco mais de um mês. Disputou oito jogos, com duas vitórias, dois empates e quatro derrotas, um aproveitamento de 36,2%.

"Com muita dor no coração decidimos pelo afastamento de Guilherme Alves. A decisão foi tomada em comum acordo, pois trata-se de um treinador que sempre demonstrou muito respeito ao Paysandu. Sabemos da pressão que vinha sofrendo, é muito forte. Desejamos sucesso na sequência da carreira", afirmou Ulisses Sereni.

O treinador deixa o Paysandu na 16ª colocação da Série B, com 25 pontos, mesma pontuação de Brasil de Pelotas e São Bento, que estão na zona de rebaixamento. No entanto, leva a melhor no número de vitórias: 6 a 5.

O Paysandu deve anunciar um novo treinador até sexta-feira, data do confronto diante do Juventude. O jogo será às 19h15, no Estádio da Curuzu.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.