Divulgação
Divulgação

Paysandu e Mogi Mirim abrirão semifinal da Série C em Belém

Times se enfrentam no Mangueirão no sábado pela partida de ida no sábado, enquanto no domingo o Macaé receberá o CRB-AL

Estadão Conteúdo

27 de outubro de 2014 | 21h04

O Campeonato Brasileiro da Série C - a terceira divisão nacional - está chegando ao fim. Paysandu-PA, Mogi Mirim-SP, Macaé-RJ e CRB-AL serão os quatro times que jogarão a Série B em 2015, mas a briga pelo título está aberta. Nesta segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), através de seu departamento de competições, divulgou datas e horários dos confrontos das semifinais.

Como nas fases anteriores, o que decide a vaga é o número de pontos, depois o saldo de gols nos dois jogos. O gol fora de casa também é decisivo para critério de desempate. O Paysandu medirá forças contra o Mogi Mirim, enquanto que o Macaé vai pegar o CRB.

O primeiro jogo será entre Paysandu e Mogi Mirim, neste sábado, às 17 horas (de Brasília), no estádio Mangueirão, em Belém. O confronto de volta entre será disputado na outra semana, no dia 9 de novembro, no estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP). Apesar do problema com uma das torres de iluminação, o jogo está marcado para as 19 horas.

Macaé e CRB começarão a se enfrentar neste domingo, no estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ), às 19 horas. A partida de volta será na outra semana, no dia 8 (sábado), no estádio Rei Pelé, em Maceió, às 17 horas (de Brasília).

CLIMA DE DECISÃO
O Mogi Mirim conquistou o acesso depois de deixar para trás o Salgueiro-PE. No jogo de ida, vitória por 1 a 0, em Pernambuco, enquanto que o da volta terminou empatado por 0 a 0. Seu adversário, o Paysandu venceu os dois duelos contra o Tupi-MG. Em Belém, triunfo por 2 a 1 e, em Juiz de Fora (MG), vitória por 1 a 0.

Quem também venceu os dois jogos foi o CRB. No primeiro confronto no Rio, derrotou o Madureira-RJ por 2 a 1. Depois, em Maceió, a vitória foi ainda mais tranquila, desta vez por 2 a 0. Enquanto isso, o Macaé garantiu a classificação com dois empates. No Rio, a partida contra o Fortaleza-CE terminou sem gols. Já na Arena Castelão, em Fortaleza, o confronto terminou por 1 a 1 e, por conta do gol fora, conquistou o acesso inédito. E isso diante de 63 mil torcedores, recorde nacional de público na temporada em todas as divisões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.