Paysandu espera 50 mil no Mangueirão

Se o time anda praticamente se arrastando em campo nos últimos jogos, a torcida do Paysandu está preparando um combustível extra para motivar os jogadores e pressionar o time do Atlético-PR no próximo domingo, no Mangueirão, onde o time paraense faz seu jogo decisivo para escapar dorebaixamento. A estimativa é da presença de 50 mil torcedores noestádio. As torcidas organizadas ?Terror Bicolor? e ?Fúria Bicolor?prometem muito barulho nas arquibancadas com suas charanças, faixas deincentivos e papel picado. "Não vamos admitir frouxura dentro decampo. faremos a nossa parte e esperamos que os jogadores tenhamvergonha na cara para cumprir com dignidade o papel deles", adverte ográfico Pedro Farias Santos. Aos amigos, Santos tem dito que não aceitará outroresultado que não seja a vitória. "Se o técnico (Ivo Wortmann) pensa emmontar um time retrancado para garantir o empate, que desista. Vouxingá-lo se isso acontecer durante a partida". Grupos de torcidas do Paysandu do interior do Pará, comoCastanhal, Barcarena e Abaetetuba também anunciam muita gritaria efesta no Mangueirão. Vários ônibus já foram fretados pelos torcedores."Haverá uma surpresa para a galera", promete a professora HelianaPatrícia Lobato. Ela já reservou lugar para os quatro filhos num dosônibus. Todos vestidos com a camisa azul e branco do Papão. Os ingressos para a partida começam a ser vendidos apartir da manhã desta quinta-feira numa rede de farmácias de Belém.Eles podem se esgotar já na sexta-feira, pois o preço da arquibancadacaiu pela metade: de R$ 10 para R$ 5. As cadeiras, porém, continuam comos preços antigos: as centrais custarão R$ 30, enquanto as laterais, R$20.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.