Divulgação
Divulgação

Paysandu ganha do Bragantino e assume a 2º posição da Série B

Papão faz 2 a 0 no Mangueirão e fica atrás apenas do Vitória

Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2015 | 18h49

O Paysandu soube aproveitar bem o vacilo de seus concorrentes diretos nesta 21.ª rodada, ganhou do Bragantino, por 2 a 0, neste sábado à tarde, no Mangueirão, em Belém, e assumiu a vice-liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Com 36 pontos, o time está dois pontos atrás do líder Vitória, com 38. O Bragantino continua em posição intermediária, com 28 pontos. Os dois gols foram marcados de cabeça pelo capitão Fahel, após escanteios cobrados por Yago Pikachu.

O time do Pará foi eliminado da Copa do Brasil no meio da semana ao perder para o Fluminense, por 2 a 1, em casa. Mas esta foi a terceira vitória seguida do Paysandu na Série B - antes havia batido o Botafogo, por 3 a 2, no Rio, e o Oeste, por 3 a 1, em Belém. Além disso, há 23 anos não marcava um gol em cima do rival paulista, de quem nunca tinha vencido também na Série B e na Série A. O Bragantino vinha de vitória, em casa, por 2 a 1, sobre o CRB, mas acabou sendo batido.

O técnico Wagner Lopes, do time paulista, surpreendeu com a escalação de três atacantes, determinando que na marcação houvesse o agrupamento em cinco jogadores. A equipe paraense não soube sair desta armadilha, mesmo assim criou a melhor chance de gol, aos 21 minutos, como sempre numa falta cobrada por Yago Pikachu. Ele encobriu a barreira, a bola tocou na trave e saiu.

No segundo tempo, Dado Cavalcanti abriu mão de um volante, Edinho, e colocou o atacante Wellinton Júnior. O time ganhou mais força ofensiva, embora deixasse espaços para os contra-ataques do Bragantino. Mas o jogo acabou sendo definido em duas cobranças de escanteio, bem parecidas.

Pikachu levantou a bola na pequena área, Leandro Cearense desviou de cabeça no primeiro pau e no outro lado Fahel completou também de cabeça, aos 23 minutos. O segundo saiu quase no final do jogo, de novo em escanteio pelo lado direito. Só que desta vez, Fahel se antecipou à defesa no primeiro pau e desviou de cabeça. A bola ainda bateu na trave e entrou.

Na terça-feira, será realizada a 22.ª rodada completa, com 10 jogos. O Paysandu vai visitar o Ceará, às 19 horas, no Castelão, enquanto o Bragantino vai receber o líder Vitória, às 20h30, no interior paulista.

FICHA TÉCNICA:

PAYSANDU 2 X 0 BRAGANTINO

PAYSANDU - Emerson; Yago Pikachu, Pablo, Gualberto e João Lucas; Augusto Recife, Fahel, Edinho (Wellinton Júnior) e Valdívia (Carlinhos); Aylon (Misael) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti.

BRAGANTINO - Douglas; Alemão, Leandro Silva, Luan e Moisés; Edson Sitta, Jocinei e Alan Mineiro; Rodolfo (Tiago Santos), Jobinho (Diego Cardoso e Chico) e Lincom. Técnico: Wagner Lopes.

GOLS - Fahel, aos 23 e aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)

CARTÕES AMARELOS - Augusto Recife (Paysandu). Leandro Silva, Luan e Moisés (Bragantino).

RENDA - R$ R$ 144.710,00.

PÚBLICO - 12.819 pagantes (14.519 total).

LOCAL - Estádio Mangueirão, em Belém (PA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPaysanduBragantino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.