Paysandu joga para garantir a vaga

Uma vitória na partida desta terça-feira, às 17 horas, contra o Sporting Cristal, no estádio Mangueirão, em Belém, praticamente assegura o Paysandu na segunda fase da Copa Libertadores da América. O time paraense é líder do grupo 2, com 7 pontos, dois a mais que o paraguaio Cerro Porteño - o seu adversário peruano tem quatro. Com previsão de jogar com o estádio lotado, apoiado pela torcida, o Paysandu foi orientado pelo treinador Dario Pereyra a partir para cima dos peruanos desde o começo da partida. "Quero um time jogando para a frente, mas sem dar espaço ao adversário quando não tiver a bola dominada", afirmou o técnico. O meia Welber, o principal destaque na vitória da semana passada contra os chilenos do Universidad Católica, acredita que a partida contra o Sporting Cristal será complicada. "Eles vão jogar fechados, tentando arrancar um empate." A única dúvida do Paysandu é o volante Sandro, que pode dar lugar a Lecheva. No ataque, porém, a surpresa pode ficar por conta da escalação de Vandick, ídolo da torcida. Assim, Balão iria para a reserva. No Sporting Cristal, três desfalques são certos: o capitão Jorge Soto, o atacante brasileiro Donizete e o meia Gregório Bernales, todos contundidos. O treinador brasileiro Renê Weber disse que, além do Paysandu, seu time enfrentará as fortes chuvas que têm caído na cidade de Belém. Os jornais do Peru chegaram a publicar que o estádio Mangueirão havia se transformado em um lamaçal. Os responsáveis pelo estádio, no entanto, desmentem os peruanos, informando que a drenagem está funcionando perfeitamente e que não há com que se preocupar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.