Paysandu perde pênalti e Macaé vence de virada com gol nos acréscimos

Acostumado a derrubar os grandes favoritos na Série B do Campeonato Brasileiro, o Macaé mais uma vez aprontou para cima de um rival de maior tradição na noite desta sexta-feira. Em jogo válido pela 12.ª rodada, o time do Rio impediu que o Paysandu assumisse a liderança vencendo, de virada, por 2 a 1, no Estádio Moacyrzão, em Macaé.

Estadão Conteúdo

10 de julho de 2015 | 22h09

As maiores emoções ficaram reservadas para o final do jogo. Aos 47 minutos do segundo tempo, o Paysandu perdeu um pênalti com Misael, e no mesmo minuto o Macaé fez o gol da vitória com Pipico. Com o resultado, o time do técnico Marcelo Cabo agora está com 21 pontos, na sexta posição. Enquanto o Paysandu, de Dado Cavalcanti, segue na segunda colocação, com 22 pontos.

Demonstrando maior qualidade técnica, o Paysandu abriu o placar em uma jogada de bola parada. Aos dez minutos, Aylon cobrou o escanteio para dentro da área e o zagueiro Gualberto precisou abaixar para cabecear forte, sem chance de defesa para o

goleiro Rafael.

Atrás, o Macaé saiu para o jogo. O técnico Marcelo Cabo rapidamente tirou um volante, apostou na entrada do meia Éberson e viu resultado. Aos 17 minutos, Juninho soltou uma bomba de fora da área e a bola passou tirando tinta da trave.

A pressão do time mandante continuou e aos 30 minutos aconteceram jogadas de perigo em sequência. Primeiro Juninho chutou e a defesa se enrolou para afastar. Depois Marquinho tentou no rebote e foi travado. O camisa 10 tentou de novo e Ivan fez grande defesa.

O Macaé empatou o jogo no início do segundo tempo. Aos cinco minutos, Marquinho fez boa jogada individual pela direita, puxou para o pé esquerdo e chutou forte de fora da área. A bola entrou no ângulo do gol defendido por Ivan.

O Paysandu poderia ter somado três pontos em cobrança de pênalti aos 47 minutos, mas Misael chutou no meio, de forma displicente, e Rafael defendeu. No lance seguinte, o Macaé foi ao ataque e, depois de bola alçada na área, Pipico empurrou para o fundo das redes, marcando o gol da vitória.

Pela 13ª rodada, o Macaé volta a campo na próxima terça-feira, às 19h30, para enfrentar o Mogi Mirim, no Estádio Romildo Ferreira, no interior de São Paulo. De outro lado, o Paysandu joga apenas no sábado da próxima semana, às 16h30, contra o Sampaio Corrêa, no Mangueirão, em Belém.

FICHA TÉCNICA

MACAÉ 2 X 1 PAYSANDU

MACAÉ - Rafael; Max (Dos Santos), Douglas Assis, Filipe Machado e Diego; Thiago Cardoso, Gedeil (Éberson), Juninho (Jones) e Marquinho; Pipico e Anselmo. Técnico - Marcelo Cabo.

PAYSANDU - Ivan; Luis Felipe, Gualberto, Thiago Martins e João Lucas; Ricardo Capanema (Augusto Recife), Fahel, Carlinhos (Carlos Alberto) e Edinho; Aylon e Souza (Misael). Técnico - Dado Cavalcanti.

GOLS - Gualberto, aos dez minutos do primeiro tempo; Marquinho, aos cinco, e Pipico, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Paulo Schleich Vollkopf (MS).

CARTÕES AMARELOS - Rafael, Thiago Cardoso (Macaé); Gualberto (Paysandu).

CARTÕES VERMELHOS - Filipe Machado (Macaé).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Moacyrzão, em Macaé (RJ).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPaysanduMacaé

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.