Paysandu promete atacar o Corinthians

Se depender de seu novo treinador, Adílson Batista, o Paysandu será um time agressivo na partida desta quarta-feira à noite no Mangueirão contra o Corinthians. Ele orientou seus jogadores a impor o ritmo da partida, partindo em direção ao gol adversário quando tiver a posse da bola. A lógica do técnico é a mesma do torcedor do Papão, que vem cobrando do time um resultado convincente dentro de casa. E mais: que os atacantes acertem o pé na direção das redes, principalmente Leonardo, um emérito colecionador de gols fáceis perdidos. Para fazer o que imagina, Batista terá a volta do volante Sandro e do lateral esquerdo Alonso, que estavam suspensos por cartões. O meia Jobson, ainda se recuperando de uma contratura muscular na panturrilha, dificilmente jogará. Nesse caso, o lateral Maurinho será mantido no meio-campo. Carabina será o titular da lateral direita. Embora tivesse feito uma excelente partida contra o Fluminense, o volante Alexandre ficará no banco.Adilson Batista garantiu que o Paysandu não será rebaixado para a segunda divisão, porque possui um bom time. O que falta, segundo ele, são alguns ajustes para que a equipe seja capaz de aproveitar as oportunidades criadas por seu ataque. "Vamos corrigir isso e contra o Corinthians vocês já terão bons resultados", prometeu o treinador. Uma recomendação do técnico é não deixar o time paulista gostar do jogo. "Eles gostam de tocar e ficar com a posse da bola. Não podemos deixar que isso aconteça, temos que fazer prevalecer nosso mando de campo". O atacante Vinícus, que desencantou contra o Fluminense, fazendo seu primeiro gol com a camisa bicolor, disse que a pior fase de sua permanência no Paysandu já passou. Ele andava encabulado, chegou a ser vaiado pela torcida, mas agora se diz feliz por ter "espantado o azar". O goleiro Paulo Musse também aposta em bons resultados a partir de agora. O principal objetivo, no momento, é sair da zona de rebaixamento. A virada, resume, começa amanhã contra o Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.