Paysandu quer aprontar para o Santos

Mesmo com um time sem reforços ou estrelas e algumas deficiências, principalmente na defesa, o Paysandu pretende surpreender o Santos, neste domingo. O treinador Paulo Campos pediu que os jogadores tenham garra e encarem o adversário de frente. "Quero um time forte, lutando pela posse da bola e sem medo do adversário, seja dentro ou fora do Pará", recomendou Campos.O treinador já definiu a equipe, mas faz mistério sobre a escalação, que só será anunciada nos vestiários do Estádio Anacleto Campanella. Uma ausência é certa, a do volante Sandro, que ainda se recupera de uma contusão. O volante Alemão será improvisado na lateral direita. Os dois únicos especialistas na posição foram dispensados. O atacante Robson, o Robgol, fará a dupla de área com Zé Augusto.

Agencia Estado,

24 de abril de 2005 | 12h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.