Paysandu vence Vasco em São Januário

O Vasco voltou a atuar mal e foi derrotado pelo Paysandu, por 2 a 0, neste sábado à noite, em São Januário, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a segunda derrota consecutiva em casa da equipe carioca, que permanece com 21 pontos na tabela de classificação da competição. Já o time paraense, com o triunfo, totalizou 22 pontos. O primeiro tempo começou com o Vasco tentando pressionar o Paysandu, mas foi a equipe paraense que obteve as melhores oportunidades de gol com o atacante Balão. Aos poucos o time de São Januário foi impondo seu ritmo de jogo e melhorando seu desempenho. Aos 21 minutos, uma falha na iluminação de São Januário, que apagou vários refletores, paralisou a partida por dois minutos. Apesar dos protestos do técnico do Paysandu, Ivo Wortmann, o juiz Giuliano Bozzano (SC) reiniciou o confronto com a iluminação ainda precária, principalmente no campo defensivo do time paraense. A pequena paralisação deu novo fôlego ao Vasco que passou a pressionar e criar mais jogadas de gol. Já com a iluminação completamente reestabelecida, o meia vascaíno Marcelinho Carioca cobrou uma falta pela direita e o atacante Edmundo acertou, de cabeça, a bola no travessão, aos 35 minutos. Em outro lance, aos 43 minutos, o atacante Valdir, na pequena área, recebeu um passe de Edmundo e chutou em cima do goleiro do time paraense, Carlos Germano. Mas, o gol do Paysandu a um minuto do segundo tempo, marcado pelo atacante Robson, em uma falha da defesa vascaína, desestabilizou o time carioca. O técnico do Vasco, Antônio Lopes, ainda tentou terminar com a apatia da equipe, substituindo o volante Da Silva por Moraes e Valdir por Cadu sem, no entanto, conseguir o resultado esperado e esboçar uma reação. Aos 34 minutos, o zagueiro Fabiano fez pênalti no meia Magnum. Um minuto depois, Robson chutou, marcou seu 13º gol no Brasileiro, assegurou a vitória e encerrou o placar.

Agencia Estado,

12 de julho de 2003 | 20h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.