PC Gusmão é só elogios ao Botafogo

O ano de 2005, até o momento, tem sido especial para o técnico Paulo César Gusmão. No início da temporada, assumiu o comando da Cabofriense no Carioca e, mesmo com todas dificuldades, levou o clube a conquistar uma vaga na Série C do Campeonato Brasileiro de 2005 e outra na Copa do Brasil, em 2006. Depois do feito, se transferiu para o Botafogo e já começa a colher os frutos de seu trabalho. O Alvinegro é o líder isolado do Nacional, com quatro prontos à frente do segundo colocado. "É um dos melhores momentos da minha carreira", declarou PC Gusmão, que optou por valorizar o grupo em vez de pedir reforços à diretoria. "Tenho trabalhado com a atual realidade do Botafogo e, por isso, tenho que prestigiar quem está aqui, senão caio no descrédito". O técnico alvinegro é só elogios ao elenco. "O grupo está fechado na vitória e na derrota e não é composto por 18 jogadores e, sim, por 18 homens."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.