PC Gusmão recebe advertência, mas é liberado no STJD

No dia seguinte à vitória sobre o Santos por 3 a 1, o Vasco voltou suas atenções para o julgamento do técnico Paulo Cesar Gusmão no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quarta-feira.

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 19h35

Ele corria o risco de ser suspenso por causa de sua expulsão no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mas, por unanimidade, o treinador foi absolvido e vai poder comandar o Vasco no jogo com o Goiás, na sexta-feira, em São Januário.

Na súmula do árbitro Cleber Wellington Abade constava que Gusmão criticara a arbitragem com declarações fortes: "Vocês arrumaram cinco pênaltis nos últimos três jogos para o Atlético, vocês vieram me f... e ainda vieram aqui para arrumar pênaltis para o Atlético". Gusmão esteve no tribunal, no centro do Rio, e alegou que se policia para não falar palavrões. O treinador recebeu apenas uma advertência dos auditores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.