Divulgação/MRV
Divulgação/MRV

Pebolim no formato do futuro estádio do Atlético-MG é vendido por R$ 25 mil

Para promover a Arena MRV, clube mineiro anunciou uma edição limitada de mesas personalizadas produzidas em parceria com empresa argentina

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2021 | 15h02

Totó, pebolim, pacal. Muitos são os nomes usados para falar do futebol de mesa, jogo popular no Brasil. Após vários times lançarem mesas personalizadas inspiradas em seus estádios, o Atlético-MG também entrou na brincadeira e anunciou sua própria versão, no formato da Arena MRV, futura casa do clube mineiro.

As réplicas encomendadas pela arena, apenas 25, serão destinadas para sócios da Arena MRV e do programa de sócio-torcedor do Atlético-MG. Cinco já foram vendidas. O preço para adquirir uma das peças, no entanto, não é barato. Sócios pagam R$ 25 mil pela mesa de totó, enquanto os demais terão que desembolsar R$ 35 mil, contando que as mesas não se esgotem.

O brinquedo, trazido da Argentina, foi colocado no centro de experiências da Arena MRV. Os detalhes do estádio em miniatura, produzido pela empresa "superclásicos", são impressionantes. Além de iluminação embutida, o totó conta com sistema de som bluetooth, telões com o nome da Arena MRV e, também, a possibilidade de personalizar com a marca do comprador. Tudo para deixar a experiência mais próxima da realidade.

Para enviar a peça até Belo Horizonte, os criadores precisaram viajar de carro até Foz do Iguaçu e contratar uma transportadora, que completou o serviço. “Agora, o atleticano poderá ter a tão sonhada Arena MRV para jogar, literalmente, em casa", publicou o perfil oficial do estádio.

Antes do estádio brasileiro, o primeiro no País a ter uma mesa oficial, La Bombonera, estádio do Boca Juniors, Monumental de Núñez (River), Santiago Bernabéu (Real Madrid) e o Estádio Azteca, no México, já haviam ganhado versões comercializadas pela empresa argentina, que vende os brinquedos de forma limitada. 

Inclusive, Carlos Tévez, ex-atacante do Boca, recebeu um pebolim de La Bombonera em 2016, quando retornou da passagem pela Juventus, da Itália. O centro de experiências, anexo ao canteiro de obras da Arena MRV, foi o local escolhido para colocar uma das peças em tempo integral. A ideia do Atlético é atrair torcedores e parceiros comerciais para essa e outras atrações que se encontram na próxima casa do clube, prevista para ser inaugurada no final de 2022. Até agora, 40% das obras foram concluídas. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.