Divulgação/Twitter
Divulgação/Twitter

Pedido por Sampaoli, Santos anuncia a contratação do goleiro Éverson

Time paulista pagará ao Ceará R$ 4 milhões por 80% dos direitos econômicos do goleiro

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2019 | 15h09

O técnico argentino Jorge Sampaoli pediu a contratação de um goleiro e a diretoria do Santos atendeu. Nesta quinta-feira, o clube alvinegro oficializou a chegada de Éverson, de 28 anos, que se destacou no Ceará na temporada passada. A quantia de R$ 4 milhões será paga ao time de Fortaleza por 80% dos direitos econômicos do jogador, que assinou um compromisso por quatro anos.

O anúncio da contratação de Éverson foi feito poucas horas depois que o Santos acertou a ida de Vladimir ao Avaí. O goleiro chega ao clube santista para disputar posição com Vanderlei, ídolo da torcida e titular nos últimos anos. A contratação foi um pedido de Sampaoli, que alegou que precisa ter um arqueiro que saiba jogar com os pés, algo fundamental em seu estilo de jogo.

Natural de São Paulo, Éverson começou a carreira profissional atuando pelo Guaratinguetá, do interior paulista. Ainda passou por River, do Piauí, e Confiança, de Sergipe, antes se transferir para o Ceará em 2015. No clube cearense, virou ídolo. No Brasileirão do ano passado, além das boas defesas, o goleiro também se destacou pela habilidade com os pés, tanto que marcou um gol de falta em uma vitória sobre o Corinthians por 2 a 1, na Arena Castelão, em Fortaleza.

Revelado pelo São Paulo, Éverson se inspirou desde cedo em Rogério Ceni para aperfeiçoar as suas cobranças de falta. Após o gol no Brasileirão, se tornou o primeiro goleiro a balançar as redes após a aposentadoria do ex-são-paulino.

Éverson é o terceiro reforço confirmado pelo Santos para a temporada de 2019. Anteriormente, o clube já havia anunciado a chegada do meia-atacante venezuelano Yeferson Soteldo e do zagueiro colombiano Felipe Aguilar, apresentado oficialmente na última terça-feira, no CT Rei Pelé, em Santos. O volante Ronaldo, do Flamengo, envolvido na negociação pelo atacante Bruno Henrique, é aguardado e deve ser oficializado nos próximos dias.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.