Pedrinho deve voltar sábado ao Palmeiras

Pedrinho deve ser a novidade do Palmeiras contra o Avaí, em Santa Catarina, no sábado. O jogador passou as últimas semanas em tratamento e participou dos treinos desta terça-feira sem sentir as dores no joelho e na coxa na perna esquerda que o incomodaram já mais de um mês. E tem pressa na recuperação.?Se tivesse certeza de que o time estaria garantido na primeira divisão, até poderia esperar. Mas é importante jogar porque preciso zerar meus cartões amarelos?, explicou Pedrinho, que já soma dois e não quer ficar fora do quadrangular da próxima fase da Série B do Campeonato Brasileiro. O problema de Pedrinho é o mesmo de outros seis jogadores do Palmeiras: Adãozinho, Elson, Lúcio, Baiano, Vágner Love e Daniel. O excesso de cartões amarelos ganhou novas proporções com uma série de surpresas desagradáveis do início desta semana. Na sexta-feira, apenas Pedrinho estava contundido. O médico Vinícius Martins revelou nesta terça que o volante Alceu terá de passar por uma artroscopia no joelho direito e ficará cerca de seis semanas fora dos campos. Já o volante Magrão voltou a sentir dores na coxa esquerda e deverá ficar um mês inativo.Aumentando a lista de baixas: Correia está com conjuntivite e febre e Francis sofreu um estiramento na coxa direita.Mas não para por aí. O corte que o lateral Lúcio sofreu no joelho esquerdo infeccionou e inspira cuidados. Ao mesmo tempo que o também lateral Barão recebeu pancada no tornozelo direito e o goleiro reserva Deola sofreu fratura por estresse no pé direito. ?Realmente problemas de lesão preocupam?, admitiu o técnico Jair Picerni, cuja única definição é de que Pedrinho ficará no banco e entrará no decorrer da partida contra o Avaí. Por isso, ele admite: será preciso administrar os cartões amarelos da equipe.?Mas isso deverá ser feito com uma certa técnica para não corrermos o risco de algum jogador ser expulso e ficar de fora por mais mais de uma partida?, explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.