Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians
Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians

Pedrinho diz que quer ficar no Corinthians, mas admite sondagens do exterior

Em novembro, representantes do Borussia Dortmund se reuniram em São Paulo e apresentaram um projeto para o atleta de 20 anos

O Estado de S.Paulo

08 Dezembro 2018 | 18h55

Após participação do amistoso de despedida de Emerson Sheik, o meia Pedrinho revelou que seu desejo é de permanecer no Corinthians em 2019, mas admitiu sondagens de clubes de fora do Brasil, como o interesse do Borussia Dortmund, da Alemanha.

"Sabemos como são essas sondagens, sondagens fortes, principalmente em época de janela de transferências. A gente acaba aguardando. Mas o meu foco é ficar e fazer um grande ano em 2019", revelou o jogador de 20 anos, que agora terá seu velho conhecido Fábio Carille no comando do Corinthians.

Em novembro, representantes do Borussia Dortmund se reuniram em São Paulo com Pedrinho, o pai do jogador e o empresário Will Dantas e apresentaram um projeto para o atleta. O time alemão teria feito uma proposta inicial de 20 milhões de euros (cerca de R$ 85 milhões) pela contratação de Pedrinho. O Corinthians recusou. O jogador tem multa rescisória no valor de US$ 50 milhões (R$ 215 milhões).

Pedrinho também já havia despertado o interesse do Barcelona, da Espanha. Um representante do clube catalão veio ao Brasil no último mês para analisar uma possível contratação do atleta. Logo depois da derrota do Corinthians para o Cruzeiro, na decisão da Copa do Brasil, o empresário de Pedrinho, Will Dantas, disse inicialmente que o atacante não atuaria mais pelo clube paulista, pois seria negociado para o futebol europeu. Contudo, o agente logo voltou atrás das declarações. Vale lembrar que o jogador tem contrato com o Corinthians até o fim de 2020.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.