Pedrinho está fora. Do Brasileirão

Pedrinho também está fora do Campeonato Brasileiro. Ele não estava na lista divulgada nesta segunda-feira pela diretoria palmeirense, mas a fratura no osso malar do lado direito do rosto acabou com o ano do meia. Este seria o primeiro ano que o meia encerraria sem sofrer uma grave contusão.Nesta segunda, Pedrinho passou por uma cirurgia de duas horas, no Hospital Santa Catarina, para corrigir o afundamento que sofreu na face durante o jogo contra o Goiás, sábado - foi atingido por uma joelhada involuntária do volante Simão, aos 19 minutos do primeiro tempo. "Quando vi que todos estavam desesperados e me chamando, falei para pegarem até o desfibrilador. Pronto, pensei que estavam de brincadeira comigo. Era só o que faltava", comentou Martins. "Medi o pulso e, felizmente, ele estava apenas atordoado, mas avisei que havia sofrido uma fratura no rosto."O meia ainda retornou ao jogo e foi substituído apenas no intervalo. De lá, saiu para um hospital para fazer um exame de tomografia e nada de mais sério foi constatado. O jogador ficará sem marcas da operação. O médico Vinícius Martins explicou que a correção do malar acontece por dentro da boca e as partes separadas são presas por uma micro placa de titânio, presa por parafusos.Sem Pedrinho, Estevam Soares deverá se virar com Diego Souza nos dois últimos jogos do Brasileirão. Outra dúvida do treinador é o volante Magrão. Nesta segunda ele foi dispensado do treino por causa de uma pancada na coxa direita. "Na terça será feita uma ressonância magnética para sabermos se realmente é apenas uma pancada ou uma lesão muscular mais séria, que o afastaria dos gramados por um tempo maior dependendo da gravidade", explicou Vinícius Martins.Estevam não abre mão da presença de Magrão nesta reta final. Depois que a lista dos liberados para férias foi divulgada, especulou-se também a dispensa do volante. Ele só não teria aparecido nesta primeira lista exatamente por estar machucado e fazendo tratamento no clube. O treinador, no entanto, desmentiu que Magrão entrará em férias nos próximos dias. "Ele é de extrema importância para essas últimas duas rodadas. Nem cogito a possibilidade de ficar sem ele. A menos que ele não tenha condições de jogo em razão desta pancada que sofreu", disse Estevam Soares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.