Amanda Perobelli/Estadão
Amanda Perobelli/Estadão

Pedrinho nega especulação sobre PSG e diz que deseja fazer história no Corinthians

Atacante está na lista de possíveis reforços do clube francês, mas garante não ter recebido qualquer contato

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

03 Agosto 2018 | 20h57

Mais uma vez, o nome de Pedrinho é especulado no exterior. Segundo o jornal esportivo francês "L'Equipe", o garoto do Corinthians está na mira do Paris Saint-Germain. Até o momento, porém, não houve qualquer contato do clube francês e o atacante garante que não cogita a possibilidade de deixar a equipe neste momento.

+ Corinthians volta a poupar titulares e pode ter garotos encarando o Atlético-PR

+ Corinthians 'pós-Copa' faz Loss ganhar moral e ter um pouco de paz

+ Parceiro de Romero no Corinthians, Araos agrada na estreia e pode ser titular

"A gente vê essas notícias, mas falo para o meu empresário não me contar nada. Quero continuar, ficar aqui, construir minha história e recompensar o carinho que a torcida tem por mim. São apenas sondagens, minha cabeça está no Corinthians, quero fazer história aqui", disse o atacante, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira.

Pedrinho tem contrato com o Corinthians até o fim de 2020 e sua multa rescisória é de 50 milhões de euros (R$ 225 milhões). "Minha cabeça está no Corinthians, isso (notícias sobre uma possível negociação) não entra na minha cabeça e não me abala. As pessoas mandam mensagem, mas falo que quero fazer história no Corinthians", repetiu.

O Corinthians garante que também não recebeu qualquer contato dos franceses. De fato, o atacante está na mira do PSG, mas faz parte de uma extensa lista de jovens jogadores que podem interessar ao clube em um futuro próximo. Entretanto, a tendência é de que Pedrinho permaneça no clube.

Antes do PSG, o Barcelona e um clube da China também apareceram interessados no jogador, mas também tudo não passou de sondagens. O Corinthians é dono de 70% dos direitos econômicos do atleta e os 30% restantes pertencem ao seu agente, Will Dantas.

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.