Pedrinho volta a sentir dores no joelho

O jogador Pedrinho mais uma vez deve desfalcar a equipe do Palmeiras. O meia, que havia sido poupado do trabalho realizado terça-feira à tarde (por estar sofrendo de uma tendinite), não participou do treinamento do time nesta quarta-feira, em Extrema, em Minas Gerais. O departamento médico do Palmeiras preferiu não comentar o caso e evitou contato com os jornalistas. De acordo com a assessoria de imprensa palmeirense, o meia estava em recuperação. Não foi divulgada, entretanto, a causa do tratamento. Jair Picerni também não fez questão de desvendar o mistério e disse que só não estava utilizando Pedrinho porque ele estava contundido, entregue portanto aos médicos do clube. A novela do retorno do meia já teve vários capítulos e parecia se aproximar do fim, porém parece não ser dessa vez. O jogador tem um triste histórico de contusões. Já passou por três cirurgias no joelho. Fato que o abalou bastante. No ano passado, por exemplo, ficou tão deprimido que teve de ser atendido por um psiquiatra. A terapia ajudou-o a recuperar-se e ele parecia estar em totais condições de jogo. Após voltar contra o Santa Cruz e marcar um belo gol de falta, Pedrinho parecia ter superado definitivamente suas eternas contusões. Ilusão desfeita nesta quarta nos treinamentos. Premiações ? Nesta quarta, o presidente do clube, Mustafá Contursi, se reuniu com a delegação num hotel em Extrema, onde o grupo está concentrado para o quadrangular final da Série B, que começa no sábado à noite, quando enfrentará o Botafogo, no Rio. Não houve acordo e uma nova conversa, desta vez com o diretor de Futebol, Mário Gianini, foi marcada para esta quinta-feira. No clube nada se contenta, ninguém fala sobre o assunto. O goleiro reserva Sérgio é o interlocutor dos atletas. Ele deve pedir R$ 30 mil para cada jogador como premiação. O goleiro, no entanto, desconversa. ?Não acertei nada ainda, e por isso não vou falar nada.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.