Lucas Uebel/Grêmio
Lucas Uebel/Grêmio

Pedro Geromel vê Grêmio com psicológico abalado e pede: 'Não podemos desistir'

'Temos que trabalhar, e não desistir nunca. Só juntos sairemos desta situação', analisou o capitão

Redação, Estadão Conteúdo

31 de outubro de 2021 | 19h32

A situação do Grêmio é delicadíssima. O clube gaúcho se afundou ainda mais na zona de rebaixamento, ao perder para o Palmeiras por 3 a 1, na tarde deste domingo, na Arena do Grêmio, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um dos líderes do time, o zagueiro Pedro Geromel admitiu que o psicológico do grupo está abalado com a sequência negativa na competição.

"Entramos muito bem no jogo, fizemos 1 a 0, tivemos chances de até ampliar. Depois, aos 42, jogo controlado, teve o pênalti e o 2 a 1. Psicologicamente, viemos abaixo. Temos que trabalhar, e não desistir nunca. Só juntos sairemos desta situação. Sabemos que é uma situação incômoda. Faltam 11 jogos e precisamos de 6 vitórias. Temos que sair desta situação sim ou sim", falou o defensor.

O Grêmio, realmente, não fez um primeiro tempo ruim, chegou a sair à frente do placar com Diego Souza e perdeu grandes oportunidades de ampliar. No entanto, sofreu um apagão no fim da etapa inicial e levou a virada. Nos últimos 45 minutos, não conseguiu reagir e acabou sendo derrotado pelo Palmeiras.

O revés fez com que o Grêmio ficasse na vice-lanterna, com 26 pontos, contra 33 do Bahia, o primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.