Lucas Merçon/Fluminense FC
Lucas Merçon/Fluminense FC

Pedro lamenta má fase do Fluminense e nega que equipe dependa dele

Equipe vem de quatro partidas sem vencer no Campeonato Brasileiro e encara o Santos em casa nesta quarta-feira

Estadão Conteúdo

12 Junho 2018 | 19h46

Em baixa no Campeonato Brasileiro, o Fluminense vem de três derrotas seguidas e quatro partidas sem vencer na competição. A esperança de reação passa pelo nome do atacante Pedro, que mostrou confiança para o confronto diante do Santos, nesta quarta-feira, 13, em casa.

+ Ayrton Lucas lamenta sequência ruim e vê parada benéfica para o Fluminense

+ Leia mais notícias sobre o Fluminense

+ Com oferta do Real, Rodrygo 'some' e Santos diz que não cederá à pressão

"Infelizmente, vieram as derrotas, mas não podemos nos deixar abalar. Temos que voltar a vencer, isso que é o mais importante. Espero que na quarta-feira façamos um grande jogo, dentro de casa temos que fazer nosso papel. O Santos é uma grande equipe, mas vamos entrar pensando na vitória", declarou nesta terça-feira, 12

A má fase do Fluminense coincide com a ausência de Pedro. Na primeira partida do jejum, o empate por 0 a 0 diante do Grêmio, em Porto Alegre, o atacante deixou o campo lesionado. Depois, se ausentou nas derrotas para Paraná (2 a 1) e Flamengo (2 a 0) e só retornou na goleada no Independência para o Atlético-MG (5 a 2). Agora, ele garante estar 100% fisicamente para ajudar a equipe.

"Fico feliz com a volta antes do previsto. Queria agradecer aos médicos do Fluminense, que trabalham comigo no dia a dia para eu voltar o mais rápido possível. Acho que o mérito é deles também. Voltei sem dor nenhuma, me sentindo 100%. Agora é dar seguimento no trabalho", afirmou.

Apesar desse retrospecto, o atacante negou que o Fluminense dependa dele para vencer. "Não acho que é 'Pedrodependência', eu que dependo dos meus companheiros para fazer o gol, não faço gol sozinho. Acho que o trabalho não é só meu, é de toda equipe. Fico feliz pela ajuda dos meus companheiros, que vêm fazendo um grande trabalho, e com essa grande oportunidade que estou tendo com a camisa do Fluminense", avaliou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.