Vitor Silva/Botafogo
Vitor Silva/Botafogo

Pedro Raul questiona árbitro no clássico: 'Queria ver se fosse para o outro lado'

Atacante reclama de pênalti para o Flamengo no fim, que foi convertido por Gabigol e que decretou o empate com o Botafogo

Redação, Estadão Conteúdo

23 de agosto de 2020 | 15h18

O atacante Pedro Raul foi da euforia à frustração rapidamente no clássico entre Botafogo e Flamengo. Após marcar o gol que abriu o placar, já nos acréscimos do segundo tempo, ele viu o adversário empatar em cobrança de pênalti assinalado com o auxílio do árbitro de vídeo.

Depois do jogo, o atacante do Botafogo não escondeu o descontentamento com a marcação e chegou a questionar se a arbitragem não estaria favorecendo o Flamengo. No lance, o VAR apontou toque no braço do zagueiro Marcelo Benevenuto após chute de Bruno Henrique.

"É uma frustração marcar o gol e depois sofrer o empate dessa maneira. Queria ver se fosse o contrário, se o pênalti seria marcado. A gente fica na dúvida se para o outro lado seria igual", desabafou o jogador.

O VAR também interferiu na partida em outro momento. Antes de ajudar o árbitro Pedro Vuaden a assinalar a penalidade a favor do Flamengo, a tecnologia anulou gol do time rubro-negro anotado por Gabriel em razão de um toque de mão de Bruno Henrique na origem da jogada.

O Botafogo tem um jogo a menos e está invicto no Brasileirão, com seis pontos. Agora, a equipe alvinegra concentra suas atenções para a terceira fase da Copa do Brasil pois enfrenta o Paraná na próxima quarta-feira, em Curitiba, no jogo da volta. Na ida, no Rio, venceu por 1 a 0. Por isso, tem a vantagem do empate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.