Luis Acosta/AFP Photo
Luis Acosta/AFP Photo

Pékerman diz que James Rodríguez deve começar jogo da Colômbia contra a Polônia

Meia, que foi destaque da equipe na última Copa, ficou no banco de reservas no compromisso contra o Japão

Estadão Conteúdo

23 Junho 2018 | 14h38

O técnico José Pékerman espera poder usar James Rodríguez como titular da Colômbia na partida contra a Polônia, pela segunda rodada do Grupo H da Copa do Mundo, às 15 horas (de Brasília) deste domingo, em Kazan. O meia começou a partida no banco de reservas e entrou aos 14 minutos do segundo tempo, mas não evitou a derrota por 2 a 1 para o Japão, na última terça-feira, em Saransk.

+ México bate Coreia do Sul, encaminha vaga às oitavas e pressiona a Alemanha

+ Sem 3 atletas, Argentina treina em 'clima de funeral' e zagueiro pede fé em Deus

+ Após marcar dois em goleada belga, artilheiro Lukaku mostra preocupação com lesão

"James está melhorando e podemos ver isso nos treinos. Ele jogou um bom número de minutos na última partida, o que dá confiança. Trabalhamos duro nos últimos dias e esperamos que ele possa estar 100% no domingo", disse Pékerman em coletiva de imprensa concedida neste sábado, em Kazan.

O técnico argentino garante que o revés na estreia é passado: "Assim que o jogo acabou, passamos a trabalhar pensando no próximo, não há descanso em uma Copa do Mundo". Colômbia e Polônia foram derrotados na primeira rodada e agora buscam recuperação para conseguir uma vaga nas oitavas de final.

"Estamos em um grupo muito equilibrado e sempre soubemos que todas as partidas iriam ser muito duras para todas essas quatro seleções. Estamos observando isso nessa chave. Não foi um bom começo, mas precisamos virar a página porque estamos a horas de entrar em campo de novo", afirmou Pékerman.

 

O técnico aposta em um duelo movimentado contra a seleção polonesa. "Vai ser uma partida lá e cá, as duas equipes vão buscar a vitória. Sabemos que fazer um gol é determinante e não é fácil vencer no Mundial. Vai ser um choque intenso. A Polônia fez um jogo atípico contra Senegal, quem olhar só o resultado pode se enganar. É um rival duro e nós respeitamos muito", garantiu o treinador, que está à frente da Colômbia desde 2012.

Depois da seleção polonesa, a última partida da Colômbia na primeira fase do Mundial será contra Senegal, às 11 horas (de Brasília) da próxima quinta-feira, em Volgogrado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.