Pelé adere campanha para salvar time suíço

Pelé é o mais novo reforço para tirar um time suíço de uma de suas crises mais graves em sua história de quase cem anos. Neste fim de semana, o brasileiro percorrerá a cidade de Genebra para mostrar seu apoio ao time local, o Servette, e tentar atrair o público para os jogos da equipe.Oficialmente, Pelé estará em Genebra para dar seu apoio ao programa de formação de jovens atletas. Mas ninguém esconde que a presença de Pelé é a estratégia de desespero adotada pelos proprietários da equipe para tentar restaurar o mínimo de interesse da população local pelo time. Os problemas financeiros do Servette nos últimos anos obrigaram o time a vender seus principais jogadores e a média de público nos estádios passou de cerca de 10 mil há cinco anos para menos de 2 mil pessoas nessa temporada. O desinteresse da população fica ainda mais evidente depois que a cidade de Genebra inaugurou seu novo estádio, com 30 mil lugares, mas que luta para conseguir vender ingressos à torcida.Diante desse cenário, Pelé terá a missão de dar o ponta-pé inicial da partida desse domingo, entre Servette e Young Boys, e participará de entrevistas com jornais locais. Pelé ainda será o convidade especial de um jantar beneficente para arrecadar recursos ao clube. Quem quiser jantar com o Rei terá que pagar nada menos que R$ 1,6 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.