Pelé chega ao SBT e diz que espera Argentina 'mordida'

'Rei do Futebol' fecha contrato para apresentar programa de boletins 'Um Minuto com Pelé' e participar como comentarista da emissora nos telejornais

André Rigue e Nathalia Garcia, estadão.com.br

31 de março de 2010 | 12h16

 

SÃO PAULO - Em sua apresentação como comentarista do SBT para a Copa de 2014, Pelé cutucou o argentino Diego Maradona, mas não descartou a Argentina como uma das favoritas ao título do Mundial da África do Sul. De acordo com o 'Rei do Futebol, Brasil e Espanha são as principais candidatas, mas devem abrir o olho com os rivais.

 

Veja também:

video TV ESTADÃO - Pelé diz que Adriano e Love complicaram carreira com escândalos

 

"O Maradona foi mordido, né?", brincou Pelé em relação ao treinador da Argentina ter sido mordido por um cachorro no rosto, na terça. "Ele não estava preparado para ser treinador, mas também não tem culpa pelo que aconteceu até agora. No entanto, a Argentina merece respeito sim. É uma seleção forte e tem tradição na Copa."

 

Pelé também apontou outras forças do futebol europeu. "Alemanha, Inglaterra e Itália também sempre aprontaram. Os italianos geralmente começam mal o Mundial e ninguém aponta eles como favoritos. Mas no final sempre chegam. Então acredito que essas seleções também podem brigar para estar entre as quatro finalistas com Brasil, Espanha e Argentina.

 

Sobre o trabalho do técnico Dunga, Pelé, destacou o estilo do treinador e afirmou que ele merece um voto de confiança. "Muitas vezes os jogadores não aparecem na hora certa. No ano passado, o Ronaldinho estava mal, e o Dunga fechou o grupo. O próprio Neymar apareceu agora, mas não acredito que seja convocado. É o estilo do Dunga."

 

PELÉ TERÁ PROGRAMA DE BOLETINS

O trabalho de Pelé no SBT será apresentar o programa Um minuto com Pelé, com três a cinco exibições diárias, a partir de 12 de abril, visando a Copa do Mundo de 2010.

 

Enquanto não começa o Mundial, a atração pretende fazer uma viagem no tempo contado as histórias das Copas desde 1958. A partir de 11 de junho, o Rei do Futebol vai comentar os principais acontecimentos do dia e a trajetória da seleção brasileira na competição. Serão sessenta programas na primeira etapa e vinte e sete na segunda.

 

Em sua primeira participação na televisão como apresentador, Pelé se diz satisfeito e espera envolver o público com suas lembranças. "Eu gostei, foi uma experiência boa. É uma coisa nova para mim, fiquei muito emocionado em muitos capítulos", comentou. "Espero que quando os capítulos começarem a sair, todos os brasileiros se orgulhem, completou.

 

Pelé também atuará como comentarista oficial da emissora, fazendo participações ao vivo ao lado de Carlos Nascimento no SBT Brasil e no Jornal do SBT.

 

Atualizado às 12h42 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.