Pelé critica Maradona por 'estilo de vida excêntrico'

O Rei Pelé mostrou mais uma vez que não tem simpatia pelo ídolo argentino Diego Armando Maradona. Em entrevista publicada nesta quarta-feira pelo jornal alemão Der Tagesspiegel, o ex-jogador criticou a atuação de Maradona como técnico da Argentina, principalmente pelo seu "estilo de vida excêntrico".

AE, Agência Estado

30 de junho de 2010 | 19h00

"Não tenho problemas com o Maradona. Só acho que ele não é um bom treinador. Tem um estilo de vida excêntrico e isso raramente é positivo para uma equipe", argumentou Pelé, que já tinha criticado o técnico anteriormente. Maradona, porém, vem bem no comando da equipe na Copa do Mundo da África do Sul, já garantido nas quartas de final.

Analisando o Mundial, Pelé também apontou os seus favoritos ao título na África. Como sempre, o Rei não demonstrou confiança na seleção brasileira e indicou Espanha e Alemanha como principais candidatas. Com isso, ele já deixa claro que aposta na eliminação da Argentina de Maradona neste sábado, quando a equipe enfrenta os alemães.

A respeito do Brasil, Pelé explicou porque não confia no time de Dunga. Para o Rei, a seleção brasileira "joga mais no contra-ataque, não controla o jogo", e isso deve provocar a eliminação precoce da equipe nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.