Instagram/ Pelé
Instagram/ Pelé

Pelé é internado novamente em São Paulo para seguir tratamento contra o câncer

Rei do Futebol tranquiliza fãs pelas redes sociais e diz que vai acompanhar o Super Bowl

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de fevereiro de 2022 | 21h48

Diferentemente da última vez, quando os fãs ficaram sabendo somente quando ele estava deixando o hospital, Pelé usou suas redes sociais para revelar mais uma internação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, neste domingo para nova sessão de quimioterapia no tratamento contra o câncer de cólon.

O Rei do Futebol usou do bom humor nas redes, como tem feito ultimamente, para anunciar que estava a caminho da capital para a nova internação. Desde o ano passado, Pelé passa por sessões mensais de quimioterapia. Ele tem suportado bem o tratamento, com a campanhia dos filhos e da mulher Márcia.

"Amigos, como tenho feito mensalmente, eu estou indo para o hospital continuar meu tratamento. Tomara que tenha pipoca, para assistir ao Super Bowl logo mais. Estarei vendo a partida apesar de meu amigo @tombrady não estar jogando. Obrigado por todas mensagens de carinho", escreveu Pelé.

A decisão do futebol americano desta temporada neste domingo está sendo realizada entre Los Angeles Rams e Cincinatti Bengals. Pelé só não revelou para quem iria sua torcida. Depois que deixou o Santos, em 1974, Pelé foi para os Estados Unidos defender os Cosmos, onde ficou até 1977. Ele praticamente ajudou a introduzir o soccer no país, e também se apaixonou por algumas das modalidades americanas, como o futebol jogado com as mãos. 

Durante a semana, Pelé já havia usado o Instagram para anunciar que estava bem de saúde e para acabar com os rumores que seu quadro de saúde teria piorado. Mostrou uma foto com cabelo cortado e perguntando se não "estava bonitão." O Rei retirou um tumor do intestino e faz tratamento mensal. Uma de suas filhas também se manisfetou nas redes sociais para tranquilizar os fãs de Pelé. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.