Pelé e Maradona juntos. Na TV argentina

"O Rei na noite de Deus". É assim que anúncios publicados hoje nos principais jornais de Buenos Aires classificam a participação de Pelé no programa de TV de Maradona, chamado La Noche del 10, que estréia às 22h30 da segunda-feira. Também foram convidados o ex-jogador Gabriel Batistuta, a ex-tenista Gabriela Sabatini e a atriz italiana Maria Grazia Cucinotta, considerada uma das mulheres mais bonitas de seu país. Recentemente empossado como diretor de futebol do Boca Juniors, Maradona também tenta alavancar uma nova carreira: a de comunicador. E já começa polêmico, afinal, os personagens do grande dilema do futebol mundial - quem é melhor, Pelé ou Maradona? - , ainda sem solução, estarão frente a frente, ao vivo. Os dois ex-atletas não se encontram desde 2001, quando Pelé participou de um amistoso em homenagem ao argentino. A relação, hoje amistosa, já foi pra lá de conturbada. Por diversas vezes, Pelé condenou os sucessivos casos de dopagem do argentino. Maradona, por sua vez, acusou o brasileiro de ser uma "marionete" nas mãos dos cartolas da Fifa. Um amigo em comum dos astros fez a mediação do encontro. Hoje, Pelé gravou uma chamada, convidando os telespectadores para a atração, que terá fortes concorrentes. A atração enfrentará uma verdadeira batalha pela audiência: terá que disputar público com um filme do mago juvenil Harry Potter e com a apresentadora Xuxa Meneguel. Ex-namorada de Pelé, a rainha dos baixinhos brasileiros e argentinos havia sido sondada pela produção de Maradona, mas preferiu ir a um programa no Canal 9. Para Pelé, é importante dar apoio a Maradona no momento em que o argentino parece ter superado seus problemas com as drogas. Ironicamente, Edinho, filho de Pelé, está preso desde o início de junho, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas. Na época, Maradona comentou sobre o caso. "Quem sou eu para falar sobre isso? Só posso dizer que sempre desejo o melhor para as minhas filhas e o mesmo para o filho de Pelé."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.