Reprodução/YouTube
Reprodução/YouTube

Pelé manda mensagem de apoio a Neymar: 'Temos uma Copa do Mundo para vencer'

"Todo o Brasil espera que você se recupere dessa lesão tão rápido quanto na última vez"

Estadão Conteúdo

27 de fevereiro de 2018 | 18h57

Pelé utilizou as redes sociais nesta terça-feira para divulgar uma mensagem de apoio ao atacante Neymar, que machucou o quinto metatarso do pé direito no último domingo, durante a vitória do Paris Saint-Germain por 3 a 0 sobre o Olympique de Marselha, pelo Campeonato Francês. 

+ Médico da seleção já está em Paris para acompanhar situação de Neymar

"Todo o Brasil espera que você se recupere dessa lesão tão rápido quanto na última vez. Nós temos uma Copa do Mundo para vencer, então melhore logo!", postou o Rei do Futebol o texto no Twitter em inglês e português.

O PSG ainda não confirmou a gravidade da lesão do jogador nem o tempo de recuperação. A tendência é que ele tenha que passar por cirurgia e só volte aos gramados em maio. Preocupado com a situação de Neymar, o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, já está em Paris para acompanhar sua recuperação.

A contusão de Neymar foi um dos motivos que levou a comissão técnica da seleção adiar em dez dias a convocação do Brasil para os jogos com a Rússia e Alemanha. Prevista para a próxima sexta-feira, 2, a lista será divulgada apenas no dia 12. Segundo o coordenador de seleções, Edu Gaspar, há cinco selecionáveis que estão se recuperando de lesão no momento.

Na última sexta-feira, antes da lesão de Neymar, Pelé concedeu entrevista ao site da Fifa e comentou sobre o papel do atleta do Paris Saint-Germain no time de Tite. "Ele está pronto para ser o líder. A mudança tática pode não ser direta, mas ele é fundamental para o Brasil. Tem que se preparar para isso. E iria mais longe: para mim, tecnicamente, ele já é o melhor jogador do mundo. Eu estou absolutamente certo disso", afirmou o Rei do Futebol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.